MENU

Empresas disponibilizam atendimento por telefone

Empresas disponibilizam atendimento por telefone

Atualizado: Terça-feira, 31 Maio de 2011 as 3:33

Em algumas empresas, o contato com psicólogos para resolver problemas emocionais vem em forma de ligação gratuita. Nelas, há um 0800 para auxiliar funcionários.

Na Sodexo Motivation Solutions, de cartões corporativos, o processo de apoio psicológico ao empregado está em vigor há seis meses. Pessoas com problemas pessoais ou profissionais recebem atendimento por 0800 ou presencialmente.

Mais de 10% dos trabalhadores da companhia utilizaram esse serviço, segundo o diretor-executivo de RH da companhia, Thiago Zanon. "As empresas demoram a perceber que esse investimento é benéfico. O 'turnover' da Sodexo diminuiu [depois do programa]", afirma.

Na Kimberly-Clark, de produtos de higiene pessoal, funcionários têm a opção de utilizar o "Konte Comigo", programa que oferece atendimentos financeiro, jurídico e psicológico a empregados por telefone ou pessoalmente.

Assim como no projeto da Sodexo, na Kimberly-Clark o anonimato é garantido.

"No primeiro trimestre, foram atendidos 60 funcionários. No ano passado, cerca de 200 colaboradores passaram pelo programa", afirma a diretora de RH da indústria, Maria Lucia Ginde.

MOTIVAÇÃO

Para o fundador da consultoria de gestão de carreira Gnetwork, Eberson Federezzi, a adoção de "iniciativas saudáveis na organização" está associada, em grande parte, à necessidade de aumentar a produtividade dos funcionários, reter talentos e diminuir a rotatividade.

"O foco é manter os profissionais motivados. Com a pressão e a cobrança, muitos se sentem acuados a não conseguir suprir as necessidades da companhia", diz.

O coordenador do Núcleo de Psicologia do Trabalho na PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica), André Bruttin, defende a adoção de programas corporativos de auxílio psicológico.

Ele ressalta que a implementação pede cuidados -não deve ser só emergencial.

Para ele, há três níveis de atuação a que as empresas devem se ater no apoio psicológico: um para cuidar de quem já adoeceu; outro para fortalecer o empregado em situações estressantes; e um terceiro que identifique os motivos do adoecimento.

veja também