MENU

Procura por cuidadores de idosos dobra em São Paulo

Procura por cuidadores de idosos dobra em São Paulo

Atualizado: Domingo, 3 Julho de 2011 as 10:53

A profissão de cuidadora de idosos é uma das categorias que desponta nas agências de emprego paulistanas, influenciada pelo envelhecimento da população. Na capital paulista, há 1,3 milhão de idosos, o que significa 11,8% do total de 11,2 milhões de habitantes, de acordo com o Censo do IBGE de 2010. É mais do que o verificado no levantamento de 2000, quando as pessoas com mais de 60 anos representavam 9,3% dos habitantes.

No Parque Buenos Aires, no coração de Higienópolis, um dos bairros com mais idosos da cidade, os mais velhos são acompanhados de cuidadores de todo tipo: ex-babás, ex-domésticas, simples acompanhantes, empregadas incumbidas de medicar e levar o idoso para passear e profissionais de enfermagem, que assistem os mais doentes.

Segundo a agência de empregos Veritas, do Brooklin Novo, que tem como uma das especialidades profissionais domésticos, foram 84 pedidos por cuidadores em 2010, mais do que o dobro de 2008 - 40 pedidos. A empresa Home Angels, especializada em oferecer cuidadores de idosos, abriu 22 franquias na cidade de São Paulo desde 2009. Neste ano já fez 210 contratos com famílias que buscam cuidadores, enquanto no ano passado inteiro foram 30. No Alto do Ipiranga, a agência Dona do Lar recebeu 25 pedidos em 2010, ante 12 de 2009. Segundo a proprietária, Vanessa Aguiar, o fenômeno está diretamente ligado ao envelhecimento da população e ao fato de as famílias preferirem um cuidador a um asilo.

A procura, porém, ainda é menor do que a por domésticas e babás, profissionais cada vez mais escassas para as necessidades da capital.            

veja também