MENU

Veja dicas de como se preparar para a reta final do concurso da Caixa

Veja dicas de como se preparar para a reta final do concurso

Atualizado: Terça-feira, 17 Abril de 2012 as 9:07

O concurso para o cargo de técnico bancário novo, de nível médio, da Caixa Econômica Federal é um dos mais disputados do país. A seleção é para formação cadastro de reserva, em que os candidatos são chamados conforme a demanda, e a instituição registrou 1.086.514 inscritos. A prova está marcada para o próximo domingo (22).

Para a reta final da preparação, especialistas ouvidos pelo G1 ressaltam que os candidatos devem aproveitar os últimos dias para revisar o conteúdo que já foi visto e dedicar mais tempo às disciplinas mais complexas.


“A preparação na reta final requer muita dedicação. É preciso revisar os conteúdos, de modo organizado e aumentar a carga horária nas disciplinas em que existe maior dificuldade”, afirma Rodrigo Melo, professor de matemática e raciocínio lógico do Curso Maxx.

A prova objetiva terá questões de português, conhecimentos bancários, matemática, ética, atendimento, história e estatuto da Caixa e legislação específica. Os candidatos ainda terão que fazer uma redação dissertativa-argumentativa.
Para Paulo Estrella, diretor da Academia do Concurso, os candidatos devem aproveitar os últimos dias para igualar os conhecimentos em todas as disciplinas. “Eles devem focar naquelas em que o seu desempenho tem sido pior”.

Rafael Sato, coordenador do R2 Cursos Preparatórios, ressalta a importância da organização. “O estudo deve ser contínuo e um cronograma organizado é necessário para quem pretende ter êxito no concurso. O candidato deve ter um objetivo traçado”, recomenda.

Para reforçar a preparação, Estrella indica a resolução de questões anteriores da banca do concurso, a Cesgranrio. Assim, o candidato conseguirá identificar os pontos fracos em cada disciplina. "A partir dos erros é preciso voltar para a teoria e aprofundar os conhecimentos."
Para os especialistas, é importante redobrar a atenção para a disciplina de conhecimentos bancários, que tem um grande peso na prova. “É fundamental ter um bom desempenho na matéria específica para ter êxito na prova”, comenta Sato.

Português e matemática também devem ser lembrados, pois são matérias que podem tirar pontos importantes dos candidatos.“Entender um pouco de cada matéria é fundamental para evitar o pânico no momento da prova”, diz Melo.

Para balancear o valor de cada disciplina e o tempo de estudo, Estrella dá uma dica: “Se a disciplina vale 30% do total de pontos, o candidato deve reservar 30% do tempo disponível para o estudo. Isso o coloca na melhor relação custo benefício para a prova.”


Na véspera
Muitos candidatos pensam em estudar na véspera para não perder tempo, mas para os especialistas o dia que antecede a prova deve ser de descanso. “O melhor é descansar, assistir um filme ou fazer um exercício leve. Não recomendo estudar ou mesmo tirar dúvidas, que no final podem gerar mais incertezas do que certezas”, afirma Sato.

Para Estrella, os candidatos também não devem rever as matérias, mas a ansiedade pode dificultar essa estratégia. “Se estudar é uma necessidade, eles podem ver os pontos que dependem de memorização como tabelas, fórmulas e texto de lei.”
Os candidatos também podem aproveitar esse dia para conferir o local de prova e quais são os trajetos possíveis para chegar até lá. Outra dica importante é separar todo o material que será utilizado na prova (lápis, borracha, caneta), além do cartão de inscrição e do mapa do local, se necessário.
Melo também indica cuidados com a alimentação, evitando bebidas alcoólicas e comidas pesadas, que podem dificultar o sono e o descanso. “É imprescindível dormir e se alimentar bem no dia anterior. O cansaço pode levar ao esquecimento e ao nervosismo”, lembra.


No dia da prova
A principal dica dos especialistas para o dia da prova é sair cerca de 30 minutos antes do que o habitual para evitar imprevistos e atrasos. “Esse dia deve conter o mínimo de surpresas”, diz Estrella.

Os candidatos devem levar água e alimentos como frutas e barras de cereal para comer durante a prova. “O chocolate é uma boa opção, pois ajuda a estimular o cérebro”, fala Sato.

“Quem deixar tudo preparado no dia anterior terá mais tranquilidade para se preparar para a prova”, ressalta Estrela.
Confira no quadro abaixo sugestão de estudos e atividades para cada dia da semana feita por Rodrigo Melo.


veja também