MENU

A decisão chegou! Palmeiras faz 'jogo do ano' contra o Atlético-MG

A decisão chegou! Palmeiras faz 'jogo do ano' contra o Atlético-MG

Atualizado: Quarta-feira, 10 Novembro de 2010 as 1:14

Decisão. Final antecipada. O jogo do ano. Para salvar a temporada. Todos esses termos, clichês, diga-se de passagem, foram repetidos a exaustão no Palmeiras nos últimos 15 dias. E a partida mais importante do ano alviverde chegou. Nesta quarta-feira, às 22h, no Pacaembu, o Verdão decide uma vaga nas semifinais da Copa Sul-Americana diante do quase desinteressado Atlético-MG - mais focado em fugir do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

O primeiro jogo, em Sete Lagoas, terminou empatado por 1 a 1. Assim, igualdade sem gols daria a classificação aos paulistas, beneficiados pelo gol marcado fora de casa. Repetição do 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis, enquanto empate por dois ou mais gols favorece o Galo. Vitória simples serve para os dois lados. O vencedor do confronto pega na próxima fase quem passar de Avaí x Goiás, garantindo assim um brasileiro na final do torneio.

A TV Globo transmite a partida para todo o Brasil, exceto estado do Rio de Janeiro e as cidades de Juazeiro do Norte (CE) e Recife (PE). O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real.

Time completo para Felipão

A classificação para as semifinais manteria o sonho do Palmeiras em disputar a Taça Libertadores de 2011. O clube praticamente abandonou o Brasileirão para apostar suas fichas na competição internacional, e espera colher frutos nesta quarta. Para a missão ser bem sucedida, o técnico Luiz Felipe Scolari deu descanso a seus principais jogadores no duelo contra o Guarani, no último domingo.

O resultado é que ele terá elenco completo à disposição, inclusive o meia Valdivia. Plenamente recuperado de dores na coxa esquerda, decorrentes de uma fibrose no local, o chileno treinou com o grupo nesta terça-feira e foi relacionado para o confronto. Apesar do mistério, ele deve ser titular no confronto. Valdivia não atua desde o jogo de ida das quartas-de-final, em 27 de outubro.

Além do chileno, outros ex-titulares voltaram a figurar entre os relacionados. O zagueiro Maurício Ramos e o lateral-direito Vitor, recuperados de lesões, já atuaram contra o Guarani e a tendência é que sejam titulares no Pacaembu.

O atacante Kleber sabe bem da importância que a partida tem. A torcida atendeu ao pedido de Felipão e, até terça-feira, já havia adquirido 31 mil ingressos para aumentar a corrente pró-Verdão. Ainda assim, Kleber diz que não sentirá pressão extra por conta da alta expectativa da massa alviverde.

- Não vai ter pressão de ninguém. Nós jogadores sabemos o quanto é importante o Palmeiras avançar de fase e vamos atrás desse objetivo pela nossa honra, pelo nosso caráter. Vamos fazer as coisas por nós. A torcida está carente de coisas novas, mas nós também estamos - disse o Gladiador.

Galo com um ‘olho no gato e outro no peixe’

O Atlético-MG já deixou claro que a prioridade para este fim de ano é escapar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Prova disso é que na fase anterior da Copa Sul-Americana, a delegação do Galo foi a Bogotá, na Colômbia, com apenas 14 jogadores, para o jogo contra o Santa Fé. Mas, mesmo assim, o time conseguiu voltar com a classificação.

Por outro lado, ninguém no clube esconde que vencer a Sul-Americana – e conseguir a vaga na Taça Libertadores de 2011 – seria uma forma de fechar com chave de ouro um ano que, há alguns meses, parecia perdido.

O técnico Dorival Júnior pode usar a mesma fórmula usada na primeira partida contra o Palmeiras, no Estádio Independência, quando mandou a campo uma equipe mesclada, deixando no banco alguns titulares como Obina, Diego Souza e Leandro. Mas, como levou 22 jogadores a São Paulo, não será surpresa nenhuma se o Galo entrar com o time principal em campo.

O volante Fabiano, que passou cinco semanas no departamento médico do clube, deve voltar ao time. O jogador está recuperado de um estiramento na coxa e pode, inclusive, ser titular.

- Na segunda treinou um time e na terça outro. Não sabemos ainda quem joga. Mas, independentemente de quem entrar em campo, vamos sair para o jogo. Vamos explorar contra-ataques com nossos jogadores rápidos. E tentar fazer gol, para colocar ao adversário em situação complicada. Explorar bola parada, com nossos jogadores altos, pelo menos dentro da formação que treinamos.

veja também