MENU

Adilson 'marca' café em padaria que estendeu faixa pedindo sua saída

Adilson 'marca' café em padaria que estendeu faixa pedindo sua saída

Atualizado: Sexta-feira, 25 Fevereiro de 2011 as 2:37

O técnico Adilson Batista, do Santos, falou pela primeira vez nesta sexta-feira após a enxurrada de críticas que recebeu de torcedores após a derrota para o Corinthians, domingo passado. Afirmou que não se sente abalado pelos questionamentos, diz que não é possível repetir o futebol apresentado no primeiro semestre do ano passado, mas prometeu que, em breve, o Peixe voltará a jogar bem como no começo do Paulistão. Após a coletiva, o treinador concedeu entrevista ao SporTV e, bem humorado, devolveu provocação feita por um faixa estendida numa padaria de Santos, reduto de fanático torcedores alvinegros. Durante a semana, o dono do estabelecimento estendeu uma faixa que dizia: “Muito faz quem não estorva! Fora, Adilson”.

- Estou tranquilo. Vamos procurar fazer um bom futebol, vencer o jogo (contra o São Bernardo, neste sábado, pelo Paulistão) e aí na segunda-feira vamos lá nessa padaria tomar um café - brincou o treinador.

Adilson afirma entender o descontentamento da torcida, que viu o time cair da primeira para a quinta posição na tabela do Paulistão, mas faz suas ponderações. Entende que os santistas estão “mal acostumados” com os títulos e o futebol de muitos gols apresentado no primeiro semestre do ano passado. No entanto, explica que houve muitas mudanças na equipe.

- O que vocês precisam entender é que mudou. O time tinha o Wesley, o André, que têm características totalmente diferentes dos jogadores que temos aqui. Um jogador como o Ganso (machucado) é difícil de achar. Então, é natural que mude. Tem de ter paciência - afirma.

O treinador santista, por outro lado, tranquiliza a torcida e garante que, assim que todos os jogadores estiverem em boas condições e entrosados, o time voltará a jogar bem. Ele se refere principalmente às voltas do meia Paulo Henrique Ganso e do volante Charles, que estão machucados e ainda não jogaram em 2011. Lembra ainda que Arouca, que havia jogado seu último jogo em dezembro do ano passado, teve problemas com uma lesão muscular na coxa direita e só voltou a jogar há três partidas.

- É fundamental ter todos os jogadores à disposição para que a gente volte a jogar o futebol que todos conhecem. Vamos sem loucura, sem desespero. Daqui a pouco, vocês vão observar o futebol que viram há pouco tempo. Já fiz em outros clubes e não vou deixar de fazer aqui.    

veja também