Adilson não consegue explicar má fase do Tricolor dentro do Morumbi

Adilson não consegue explicar má fase do Tricolor dentro do Morumbi

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:29

Jogar no estádio do Morumbi tem sido um pesadelo enorme para o São Paulo em 2011. No primeiro turno, o time teve aproveitamento de 55,5%,. Se forem levadas em consideração apenas as últimas sete partidas da temporada no Cícero Pompeu de Toledo, o índice é menor ainda: cai para 42% (duas vitórias, três empates e duas derrotas). E nem o técnico Adilson Batista consegue explicar tamanha deficiência.

- É difícil explicar. Quando eu era adversário e jogava aqui, sabia que iria enfrentar muitas dificuldades. Temos de voltar a saber tirar proveito do Morumbi e jogar a pressão para cima do adversário – afirmou o treinador.

Adilson Batista não sabe explicar por que o time vai mal no Morumbi (Foto: Wander Roberto/VIPCOMM)

  Se quiser sonhar com a primeira colocação, o São Paulo sabe que precisa reagir dentro de casa. Dos times que brigam pelas primeiras colocações, o Tricolor terá Corinthians e Flamengo no Morumbi e sabe que não pode bobear. Adilson aposta na volta de jogadores importantes para fazer a equipe crescer.

- Tem o Luis Fabiano fora, tem o Denilson fora, tem o Fernandinho fora. No próximo jogo, já são cinco desfalques. Eu tenho dificuldades em repetir a equipe e isso prejudica o aspecto coletivo. E, quando isso acontece, paga-se um preço caro. Mas não sou de ficar reclamando e sim procuro achar alternativas. É o que vou fazer para o próximo jogo – disse o técnico.

Vale lembrar que, para o duelo de sábado, contra o Figueirense, em Florianópolis, Adilson não terá Jean, Juan e Wellington (suspensos), Lucas (na Seleção Brasileira) e Piris (na seleção paraguaia). Denilson e Fernandinho, que se recuperam de lesões, ainda treinam na piscina e não terão condições de jogo. Com tantos problemas, o treinador terá de improvisar no setor defensivo.

Um possível São Paulo para o final de semana teria: Rogério Ceni; João Filipe, Xandão, Rhodolfo e Henrique Miranda; Rodrigo Caio, Casemiro, Carlinhos Paraíba e Cícero (Rivaldo); Dagoberto e Henrique (Cícero).          

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições