MENU

Adriano faz três, Flamengo brilha no segundo tempo e derrota o Fluminense

Adriano faz três, Flamengo brilha no segundo tempo e derrota o Fluminense

Atualizado: Segunda-feira, 1 Fevereiro de 2010 as 12

A experiência e força do elenco rubro-negro falou mais alto. Em uma reação espetacular, o Flamengo virou um jogo que parecia perdido e derrotou o Fluminense por 5 a 3 na noite deste domingo, dia 31, no Maracanã, pela quinta rodada do grupo A da Taça Guanabara, primeiro turno do estadual. Destaque para Adriano, que marcou três gols, com Vagner Love e Kleberson completando o placar. Alan, Darío Conca e Cássio fizeram para a equipe das Laranjeiras.

Gol era algo que a defesa do Fluminense ainda não havia sofrido em 2010. Entretanto, em um segundo tempo confuso, os tricolores tiveram suas redes balançadas em quatro oportunidades e voltaram a perder no Maracanã após 11 partidas de invencibilidade no estádio. Já o Flamengo ampliou sua sequencia invicta no palco em 12 jogos.

"Não fomos bem no primeiro tempo, mas conseguimos a virada no segundo. Ainda não estamos na nossa melhor condição física, mas provamos a força do Flamengo. Todos estão de parabéns", disse o volante Kleberson.

O resultado deixou o Flamengo muito próximo da classificação para a próxima fase. A equipe segue com 100% de aproveitamento, agora com 15 pontos, três a mais que o Flu, vice-líder da chave. Boavista e Olaria estão atrás com dez pontos cada.

"Fizemos um bom primeiro tempo, mas não soubemos segurar o placar no segundo. O Flamengo virou e saiu do Maracanã com a vitória. Mas agora é erguer a cabeça e seguir trabalhando", avaliou o meia Everton.

Quando a bola rolou, o predomínio tricolor foi gritante no primeiro tempo. Logo aos 14min Alan, que substituiu Fred, colocou a equipe tricolor em vantagem. O próprio centroavante sofreu o pênalti cobrado por Conca aos 40min.

Assista aos gols da partida:

O único chute a gol do Flamengo na etapa foi o pênalti convertido por Adriano. Muito marcado, o Imperador, ao lado de Vagner Love e Petkovic não viu a cor da bola nos 45min iniciais. Méritos para os aplicados defensores tricolores, coroados com o gol de Cássio aos 46min.

“Fui persistente. Chutei a primeira vez e o Bruno espalmou. No escanteio, tive a felicidade de marcar”, vibrou o zagueiro Cássio. “O primeiro gol deles achei que o Alan estava impedido. No segundo não achei pênalti e o terceiro foi de sorte. O placar não retrata o que foi o jogo”, defendeu sua equipe o meia Petkovic.

Contudo, o sérvio não voltou para a segunda etapa. Foi substituído por Vinicius Pacheco. Assim como Fernando deu vaga a Willians. As mexidas de Andrade surtiram efeito. Em 9min, o Flamengo empatou com Vagner Love e Kleberson e incendiou o lotado Maracanã.

O ímpeto rubro-negro chegou a ser freado aos 17min com a expulsão de Álvaro. O Fluminense voltou a controlar as ações, mas não esperava por um contra-ataque fulminante aos 37min, com Adriano marcando o quarto. Para fechar com chave de ouro, o Imperador, aos 44, fez o quinto e fechou o caixão tricolor. A torcida do Flamengo não perdoou o técnico Cuca, do Fluminense: “Um, dois, três, o Cuca é freguês!”.

Na próxima rodada, o Fluminense entra em campo na quinta-feira em dia de rodada dupla no Maracanã com o Botafogo. O time tricolor encara o Boavista às 21h50, enquanto às 19h30 a equipe alvinegra enfrenta o Madureira. O Flamengo, no mesmo local, joga um dia antes, às 21h50, contra o Olaria.

Por: Cauê Rademaker

veja também