MENU

Adriano será chamado em dezembro para discutir renovação de contrato

Adriano será chamado em dezembro para discutir renovação de contrato

Atualizado: Quinta-feira, 24 Novembro de 2011 as 11:02

Adriano vai ter programa de treinos durante as férias,

no fim do ano, para entrar em forma (Foto: Ag.Estado) Adriano deixou o Pacaembu, no domingo, como "herói corintiano", ao fazer o gol da vitória sobre o Atlético-MG. Mas os deslizes que ele cometeu durante o trabalho de fisioterapia e preparação física serão levados em consideração na hora de negociar sua renovação de contrato.

O centroavante dá início ainda em dezembro às conversas para prorrogar o vínculo, que vence em 31 de julho de 2012. De acordo com a legislação, a partir de 31 de janeiro ele poderá assinar um pré-contrato qualquer outro clube, mas já demonstrou, internamente, que pretende ficar.

O problema é que, apesar do importante gol marcado na virada sobre o Atlético-MG, o camisa 10 não anda com tanto crédito no Corinthians. Entre aliados do presidente Andrés Sanches e membros do departamento de futebol há o consenso de que o Imperador poderia ter rendido muito mais se não tivesse perdido algumas sessões de treinamento ao longo da fase de recuperação – algumas com e outras sem autorização da cúpula alvinegra

Falhas à parte, o Corinthians não pensa em se desfazer do atacante. Os dirigentes entendem que seria um erro liberá-lo depois de tanto tempo e dinheiro gastos durante a recuperação, principalmente no momento que a equipe terá a chance de disputar novamente a Libertadores. A tendência, contudo, é de que não haja aumento salarial. Atualmente, ele recebe R$ 380 mil mensais, podendo aumentar para R$ 500 mil dependendo do número de atuações.

Trabalho nas férias As férias de dezembro não serão nada calmas para Adriano. Enquanto o restante do elenco do Corinthians aproveitará cerca de um mês de folga até o início da temporada 2012, o Imperador trocará o descanso por mais atividades físicas. Ainda fora de forma nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, o centroavante receberá da comissão técnica cartilhas com orientação alimentar e de treinamento para cumprir em meio às festas de fim de ano.

Garantido na próxima edição da Taça Libertadores, o Corinthians quer evitar os problemas que teve na preparação de 2011. Ronaldo, a maior estrela do grupo, chegou a Itu no dia 4 de janeiro (um depois do restante do elenco) em uma condição bastante desfavorável. Muito acima do peso, o Fenômeno não conseguiu emagrecer e acabou naufragando com a equipe diante do desconhecido Tolima, ainda na fase prévia do torneio. O técnico Tite, aliás, chegou a reconhecer que o condicionamento ruim do craque foi crucial para a equipe não superar os colombianos. Desta vez, Adriano será acompanhado de perto pelos olhos do departamento físico do Timão. Todos os jogadores serão liberados depois do clássico contra o Palmeiras, dia 4 de dezembro. O Imperador terá uma semana absolutamente livre de qualquer atividade, mas retornará aos treinamentos no dia 12 em alguma academia do Rio de Janeiro com a supervisão dos fisioterapeutas Caio Mello e Bruno Mazziotti. O Alvinegro descarta segurar o atleta em São Paulo, inclusive pelo fechamento do CT Joaquim Grava no período.

– O Adriano vai sacrificar parte das férias, e nós também, para continuar esse processo de recuperação. Não é para melhorar nada, evoluir em nada, mas, sim, para fazer a manutenção – explicou Mazziotti.

O peso do Imperador é outra grande preocupação corintiana. Todos os jogadores receberão uma planilha com orientações alimentares e recomendações físicas nas férias. A diferença é que, para Adriano, as instruções serão mais rigorosas. Com o histórico do comportamento dele em viagens para o Rio de Janeiro, o Timão teme que ele cometa exageros nos dias de ócio e, assim, necessite de um trabalho mais intenso na pré-temporada.

Na reserva, Adriano terminará o Brasileirão acima do peso. Apesar de ter emagrecido consideravelmente desde que iniciou os treinamentos, o jogador não conseguiu atingir a meta estipulada pela comissão técnica. Hoje, o Imperador tem cerca de 12% de gordura, 1% acima da primeira projeção do clube, mas ainda não sem voltar a ter somente dois dígitos de peso – o clube não divulga o número exato. Recentemente, o médico Joaquim Grava revelou que ele tinha 101kg.            

veja também