MENU

Adversário do Santos, Once Caldas vive grave crise financeira

Adversário do Santos, Once Caldas vive grave crise financeira

Atualizado: Terça-feira, 10 Maio de 2011 as 9:53

Rentería é um dos principais atacantes do Once Caldas (Marco Antônio Astoni / Globoesporte.com)

  Adversário do Santos nesta quarta-feira, pelas quartas de final da Libertadores, o Once Caldas vive grave crise financeira. Só em salários a dívida ultrapassa o equivalente a R$ 1,6 milhões. Alguns jogadores, como o atacante Rentería, não recebem há quatro meses.

- Estamos jogando com dificuldades, estamos jogando pelo rigor de nossa equipe, independentemente de salário. Quando a gente entra em campo, esquece tudo – disse o atacante Rentería, ex-Internacional.

Se o time alcançar as semifinais, o clube vai embolsar o equivalente a R$ 1,1 milhão em premiação. Por isso, avançar na Libertadores representa sobrevida ao clube, que já foi até ameaçado de suspensão em todos os torneios, caso não cumpra seus compromissos trabalhistas.

- Eles não pagaram, mas somos profissionais. Jogamos pelo orgulho, mostramos nosso valor com os resultados – diz Daryo Moreno, estrela da equipe.

Ano passado, quando o time sagrou-se campeão colombiano, houve um momento em que o time chegou a entrar em greve por conta dos atrasados salariais. Para pressionar a diretoria, o elenco ameaçou não entrar em campo. Alguns salários e premiações foram pagos, mas ainda há muito o que ser quitado.

O técnico Juan Osorio, por exemplo, nao vê a cor do dinheiro há mais de seis meses. E também não recebeu a premiação pelo título colombiano. Mesmo assim, ele mantém um discurso polido, de respeito ao clube.

- Somos afortunados de viver de futebol, então tem que viver para o futebol. Ter a paixão e querer sempre fazer o melhor para ganhar…

A falta de dinheiro muito se deve à falta de patrocinio. A equipe de Manizales não conseguiu sequer um anunciante para suas camisas de jogo.

Apesar da falta de dinheiro, o time é líder isolado do Campeonato Colombiano e luta pelo bi da Libertadores. Nas oitavas, eliminou o Cruzeiro em Sete Lagoas (MG).        

veja também