Advogado diz que Marcelinho é réu primário e espera por habeas corpus

Advogado diz que Marcelinho é réu primário e espera por habeas corpus

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:19

Advogado Afonso Vilar diz que Marcelinho Paraíba é

réu primário (Foto: Nicolau de Castro / JP Online) O advogado Afonso Vilar, que representa o jogador Marcelinho Paraíba, disse nesta quarta-feira que já está reunindo os documentos necessários para ingressar ainda hoje com um pedido de habeas corpus para o jogador. E apesar de Marcelinho já ter uma condenação contra ele, o advogado sustenta a tese de que o atleta é réu primário.

- Marcelinho é réu primário. Ele chegou a ser condenado a seis meses de detenção em regime aberto em 2010, mas depois entramos com um pedido de prescrição de pena, que foi aceito pela justiça. Então ele tem que ser tratado como réu primário – declarou o jurista.

A condenação a que se refere o advogado foi uma agressão de Marcelinho Paraíba contra Jackson Alves de Azevedo, em 24 de junho de 2004, durante uma festa de São João na casa de shows Spazzio.

Por volta das 3h30, Marcelinho Paraíba deu em cima da namorada de Jackson, que tentou intervir. Irritado, Marcelinho teria partido para cima da vítima junto com alguns amigos e espancado o rapaz. Segundo a ação que correu no Tribunal de Justiça da Paraíba, Marcelinho “agrediu Jackson Alves causando lesões visíveis em sua face, além de quebrar três dentes”.

A condenação veio em janeiro de 2010. Ele foi condenado por “lesão corporal leve” e foi condenado a seis meses de detenção em regime aberto. Marcelinho, no entanto, não chegou a cumprir a pena, porque o crime foi considerado prescrito.      

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições