MENU

"Agora é mostrar para o povo que poderíamos ter ido", diz Ganso

"Agora é mostrar para o povo que poderíamos ter ido", diz Ganso

Atualizado: Sexta-feira, 14 Maio de 2010 as 9:45

A lista de Dunga para a Copa do Mundo de 2010 e as declarações do técnico quando questionado sobre quais foram os motivos que deixaram a dupla santista - que contava com o apoio popular para ser convocada - fora do Mundial decepcionaram Paulo Henrique Ganso. O meia do Santos disse ter ficado "triste" em não ter sido lembrado e comentou que o treinador não "está sabendo" sobre o seu desempenho na seleção de base. Ele também defendeu o amigo Neymar.  

Em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, Ganso rebateu os argumentos usados por Dunga na entrevista coletiva após a divulgação da lista de jogadores que irão representar a seleção brasileira na África do Sul. O treinador defendeu a ausência dos jovens com comentários negativos sobre a passagem da dupla santista pelas categorias de base da seleção.

Dunga destacou a reserva de Ganso na seleção sub-20 e a imagem ruim que Neymar deixou na sub-17, no ano passado. "Ele não está sabendo bem da seleção sub-20 que disputou o Mundial no ano passado. Fui titular em todos os jogos, pena que não voltamos com o título. No ano passado, eu estava ainda no começo da carreira. Era promessa. Agora sou uma realidade", comenta. No Mundial da categoria, disputado no Egito, Ganso foi titular em todos os sete jogos da seleção e acabou substituído em cinco.

Ganso também afirmou que os resultados do Santos na temporada demonstram que ele e Neymar estariam prontos, caso fossem chamados. "Futebol é momento, atravessamos uma grande fase e ele [Dunga] poderia ter dado uma chance para nós dois. Se levasse a gente, estaríamos prontos", assegura.

Triste por ter sido preterido, o meia do Santos disse ter ficado satisfeito em ver o seu nome na ‘lista de espera’ organizada por Dunga. Ganso comenta ainda que alimenta uma esperança de disputar a Copa-2010, mas não torce por um corte às vésperas do início da competição. "Não vou torcer para alguém se machucar para disputar o meu primeiro Mundial".

Ganso disse que estava confiante em ver o seu nome na convocação e agradeceu o clamor popular para a sua convocação e do amigo Neymar. "Por tudo, pelo clamor da imprensa e do povo, criamos uma grande expectativa. Achei que merecíamos ir pelo futebol bonito que estamos jogando. Agora, é continuar jogando esse belo futebol e mostrar para o povo que poderíamos ter ido", finalizou.

veja também