MENU

Akiyama supera tragédia no Japão, retoma treinos e desafia Belfort

Akiyama supera tragédia no Japão, retoma treinos e desafia Belfort

Atualizado: Quinta-feira, 4 Agosto de 2011 as 2:34

Yoshihiro Akiyama tem duas derrota e uma vitória no

UFC (Foto: Divulgação/UFC)

  Em 19 de março deste ano, o japonês Yoshihiro Akiyama - rival de Vitor Belfort no UFC 133, neste sábado, na Filadélfia - enfrentaria Nate Marquardt na edição 128 do Ultimate Fighting Championship, mas teve de cancelar sua participação. O motivo foi o terremoto seguido de tsnunami no Japão, uma semana antes, no dia 11.

A tragédia não provocou perdas na família do lutador. Segundo ele, todos estavam seguros. Mas atrapalhou sua rotina.

- Tive de ajudar amigos e parentes a voltar  à vida normal. Por isso, fiquei um mês sem treinar. Não está tudo normal ainda, mas todos estão trabalhando para isso - contou Akiyama ao site "MMA Fighting".

Ex-judoca, que chegou a disputar o Mundial da modalidade em 2003, Akiyama, 36 anos, representou a Coreia do Sul, na época com o nome de Choo Sung-hoon. Em 2001, adotou a cidadania japonesa.

Em 2009, assinou com o UFC, depois de cinco anos disputando eventos de MMA. Pelo Ultimate Fighting Championship, ele competiu três vezes. Na estreia, na edição 100, em 11 de julho de 2009, bateu o americano Alan Belcher. No 116, em 3 de julho de 2010, perdeu para outro americano, Chris Leben. No UFC 120, em 16 de outubro de 2010, mais uma derrota - desta vez para o inglês Michael Bisping.

O canal Combate transmite ao vivo a partir das 21h (horário de Brasília).          

veja também