MENU

Alonso: ' Vamos continuar brigando pelo título até não ser mais possível'

Alonso: ' Vamos continuar brigando pelo título até não ser mais possível'

Atualizado: Quarta-feira, 21 Julho de 2010 as 1:47

Os recentes maus resultados não desanimaram a Ferrari para a sequência da temporada 2010 da Fórmula 1. Pelo contrário. Na quinta colocação no campeonato, Fernando Alonso ainda acredita no título. Para ele, o carro tem respondido bem na pista, e a briga vai seguir até o fim.

- Eu acredito que o desempenho do carro em Silverstone foi muito, muito bom, o que foi uma boa surpresa para nós. A performance no carro em Valência também foi muito boa. São dois diferentes circuitos e a performance do carro foi boa o bastante para brigar por uma boa posição no pódio. A perspectiva para as corridas restantes, então, passa a ser otimista. Nós estamos com outras novidades no carro, então não vamos parar. Vamos continuar brigando até não ser mais possível.

Para Alonso, as últimas corridas trazem ainda mais ânimo para a Scuderia na busca pela recuperação no campeonato.

- Eu tenho trabalhado com a equipe nos últimos quatro dias em Maranello. Acima de tudo, eu senti uma ótima atmosfera. Todos em Maranello estão muito, muito focados na luta por este campeonato. Depois destas duas corridas ruins, as pessoas estão ainda mais motivadas do que antes porque eles sentem que nós finalmente merecemos uma boa corrida.

Depois do GP da Inglaterra, o piloto espanhol disse que ele ainda estava confiante na conquista do título. Ele acredita que, em duas ou três corridas, tudo pode mudar.

- Nós vimos neste ano que se você tem duas ou três corridas boas ou duas ou três corridas ruins, isso pode mudar completamente o campeonato. Nós chegaremos (na Alemanha) depois de duas corridas ruins com não muitos pontos. Eu penso que, antes de tudo, vamos chegar em um bom momento. Nós precisamos tirar o máximo do nosso carro, conseguir dois ou três pódios seguidos. E eu sei que com o novo sistema de pontos, nós podemos estar na briga pelo título em breve.

veja também