MENU

Alonso volta atrás e pede desculpas por críticas: 'Reagi emocionalmente'

Alonso volta atrás e pede desculpas por críticas: 'Reagi emocionalmente'

Atualizado: Quarta-feira, 30 Junho de 2010 as 11:39

Alonso durante o GP da Europa (Foto: Getty Images)  

Fernando Alonso pediu desculpas por ter dito que o GP da Europa havia sido manipulado . O piloto afirmou que nunca quis levantar suspeitas sobre a FIA ou os comissários do GP. O espanhol da Ferrari terminou apenas em nono após perder muitas posições na entrada do safety car após o acidente de Mark Webber, da RBR, na décima volta da prova em Valência, quando estava em terceiro. Ao mesmo tempo, Lewis Hamilton, que estava em segundo, ultrapassou o safety car e acabou recebendo um drive through mais tarde. Como ele acelerou antes de cumprir a punição, acabou se mantendo atrás de Vettel. O espanhol, que respeitou as regras, chegou em nono e marcou apenas dois pontos. Alonso ficou irritadíssimo com a decisão dos comissários.

- Obviamente, eu estou muito mais calmo do que eu estava nos momentos após a corrida. Naquela hora, eu reagi emocionalmente à situação. É sempre muito fácil adotar um tom e dizer coisas que podem ser interpretadas de maneira errada, dando razões para suspeitas, algo que eu nunca quis fazer. Claro, eu entendo que os comissários têm um trabalho difícil a fazer e eles têm de tomar decisões que não são fáceis.O que eu quis dizer é que os pilotos, como nós (da Ferrari), que respeitamos as regras, infelizmente, nesta situação, sofreram muito mais que aqueles que as quebraram, mesmo que eles tenham sido punidos - disse, em texto publicado no site oficial da Ferrari.

Alonso afirmou também que não se refere a ninguém em particular, como Lewis Hamilton, que criticou as acusações do espanhol .

- Não estou me referindo especificamente a ninguém. É uma questão geral, e eu acho que nós deveríamos conversar sobre isto juntos, de uma maneira calma, para termos certeza de que coisas assim não acontecerão novamente.

Após as declarações de Alonso, especulou-se que a FIA poderia punir o espanhol. No entanto, a entidade convocou uma reunião geral para discutir os problemas em Valência. O piloto da Ferrari elogiou a decisão.

- Eu fiquei feliz ao saber que a FIA reagiu prontamente, convocando uma reunião extraordinária e eu estou confiante, certo de que todos os pontos da discussão vão ser esclarecidos de uma forma compreensiva.

    Por GLOBOESPORTE.COM Maranello, Itália

veja também