MENU

Anderson Nunes fica em segundo lugar no Aberto de Teresópolis de Golfe

Anderson Nunes fica em segundo lugar no Aberto de Teresópolis de Golfe

Atualizado: Quarta-feira, 11 Junho de 2008 as 12

Anderson Nunes fica em segundo lugar no Aberto de Teresópolis de Golfe

 

Com apenas 11 anos, atleta da Associação de Golfe Público de Japeri (AGPJ) faz bonito na competição

Três dos cinco atletas da Associação de Golfe Público de Japeri (AGPJ), que participaram do Aberto de Teresópolis no último fim de semana, fizeram bonito na região serrana do Rio de Janeiro. O pequeno Anderson Nunes, de apenas 11 anos, foi o destaque da equipe de Japeri, conquistando o segundo lugar, após empatar em número de pontos com o campeão. Marcos Vinicius de Souza e Caroline Medeiros terminaram na quarta colocação.

Anderson Nunes protagonizou uma bela disputa com o golfista Vitor Ronaldo, na categoria Handicap Index 14.1 a 22.1. Após dois dias de provas, os atletas terminaram empatados com o mesmo número de tacadas. Mas, no critério de desempate, Vitor Ronaldo levou vantagem pois teve melhor desempenho no último dia de competição (domingo). Com isso, Anderson terminou em segundo lugar.

"O Anderson (Nunes) é um garoto impressionante pela idade que tem. Com apenas 11 anos já disputa competições com adultos e surpreende", afirma a presidente da Federação de Golfe do Estado do Rio de Janeiro, Vicky Whyte. De Japeri, Reginaldo Xavier e Kely Simone também participaram do Aberto de Teresópolis.

Agora, a equipe de Japeri se prepara para disputar o torneio interno da AGPJ, a Medalha Mensal, nos dias 21 e 22 de junho, que vale vaga para duas competições no mês de julho: o Campeonato Brasileiro Juvenil, em Curitiba (PR), e o torneio Nick Faldo Series, no Itanhangá Golfe Clube, no Rio de Janeiro.

"Depois de um ano e meio de escolinha, estamos nos surpreendendo ao ver como esses meninos estão se destacando rapidamente. Acho que isso acontece porque eles levam a sério e vêem uma oportunidade nova para a vida deles", finaliza Vicky.

O projeto de golfe público em Japeri, zona rural do Rio de Janeiro, surgiu há sete anos, quando caddies do Gávea e do Itanhangá usavam uma fazenda abandonada para dar suas tacadas nas horas vagas. Assim nasceu o primeiro campo público de golfe do país. Hoje, o Japeri Golfe conta com 80 crianças entre 8 e 18 anos, que têm aulas de terça a sexta-feira em dois turnos (manhã e tarde). Para participar, os jovens devem estar matriculados na rede de ensino público e ter boas notas. Todos recebem uniforme, equipamentos, lancha, consultas com dentista e cesta básica.

O projeto social do Japeri Golfe Clube (www.japerigolfe.com.br) tem a parceria do Oi Futuro, instituto de responsabilidade social da Oi e os patrocínios de Coca-Cola do Brasil e Casa Granado.

veja também