MENU

Andrea Lopes deixa o blazer e o salto alto de lado para competir no Rio Pro

Andrea Lopes deixa o blazer e o salto alto de lado para competir no Rio Pro

Atualizado: Sexta-feira, 13 Maio de 2011 as 5:06

?>Andrea Lopes estava bem pertinho do palanque do Rio Pro, usando blazer e salto alto, quando soube do convite para competir na etapa brasileira do Circuito Mundial. Ela participava de um seminário de recursos humanos, sua mais nova área de interesse e, a partir desta semana, também ganha-pão. Aos 37 anos, a surfista criou uma empresa de consultoria. Hoje, passa mais tempo dando palestras do que dentro d’água.

?>- Eu teria que dar seis palestras em São Paulo na segunda-feira – conta.

? midia-largura-620? componente_materia>

Andrea Lopes vai competir no Rio Surf Pro (Foto: Gabriele Lomba / Globoesporte.com) ?>Não houve jeito. Andrea deixou de lado o figurino "empresária" e visitou o palanque da Barra da Tijuca, em frente à sua casa, vestida de “surfista”. Mas surfar, na verdade, tem sido cada vez mais raro. A última vez que ela subiu em uma prancha foi durante a semana do Carnaval.

?>- Corro todo dia oito quilômetros. E surfei muito com a cabeça – brinca.

?>Andrea realmente tem usado mais a cabeça do que o corpo. Desde que começou a cogitar largar as competições, procurou um profissional de “coach”. Depois, fez um curso. Tornou-se então especialista em mostrar aos clientes ferramentas de mudar a vida de maneira prática. Por meio de palestras, passa sua experiência de 22 anos de competições. A rotina de atleta, porém, está perto do fim.

?>- Sou movida a paixão. Continuo competindo porque sou a quarta do ranking do Brasil Surf e porque está difícil largar o osso. Seria ilusão dizer que vou competir por mais cinco ou dez anos. Acho que no máximo um ou dois anos.

?>Para esta semana, a principal ferramenta de trabalho será uma prancha velha, rachada. E a correria a fez se lembrar da temporada de 1999, quando se tornou a primeira brasileira a vencer uma etapa do Mundial.

?>- É a mesma história. Lembro que em 1999 eu fui buscar uma prancha na oficina e tive que colar o adesivo do patrocinador com Super Bonder. Não estou alimentando nenhuma expectativa. Por outro lado, não entro nunca para perder.

Confira o blog da Andrea

?> Primeira fase masculina:

?>1: Owen Wright (AUS), Heitor Alves (BRA), Bobby Martinez (EUA)

2: Adrian Buchan (AUS), Adam Melling (AUS), Kai Otton (AUS)

3: Taj Burrow (AUS), Alejo Muniz (BRA), convidado

4: Mick Fanning (AUS), Dusty Payne (HAV), convidado

5: Jordy Smith (AFS), Patrick Gudauskas (EUA), convidado

6: Kelly Slater (EUA), Julian Wilson (AUS), convidado

7: Bede Durbidge (AUS), Jadson Andre (BRA), Gabe Kling (EUA)

8: Jeremy Flores (FRA), C.J. Hobgood (EUA), Josh Kerr (AUS)

9: Damien Hobgood (EUA), Tiago Pires (POR), Raoni Monteiro (BRA)

10: Michel Bourez (TAH), Chris Davidson (AUS), Cory Lopez (EUA)

11: Adriano de Souza (BRA), Kieren Perrow (AUS), Daniel Ross (AUS)

12: Joel Parkinson (AUS), Matt Wilkinson (AUS), Taylor Knox (EUA)

?> Primeira fase feminina:

?>1: Tyler Wright (AUS), Courtney Conlogue (EUA), Claire Bevilacqua (AUS)

2: Silvana Lima (BRA), Paige Hareb (NZL), Felicity Palmateer (AUS)

3: Carissa Moore (HAV), Jessi Miley-Dyer (AUS), Maya Gabeira (BRA)

4: Sally Fitzgibbons (AUS), Laura Enever (AUS), Andrea Lopes (BRA)

5: Stepahnie Gilmore (AUS), Pauline Ado (FRA), Suelen Naraisa (BRA)

6: Coco Ho (HAV), Sofia Mulanovich (PER), Alana Blanchard (HAV)  

veja também