MENU

Andrés descarta reforços em 2010 e insinua que Roma deve a Adriano

Andrés descarta reforços em 2010 e insinua que Roma deve a Adriano

Atualizado: Quarta-feira, 22 Dezembro de 2010 as 7:29

Nem Adriano, nem ninguém. Segundo o presidente Andrés Sanches, o Corinthians não vai anunciar mais nenhum reforço até o fim de 2010. Parou mesmo no zagueiro Wallace, do Vitória. Em entrevista à Rádio Globo nesta terça-feira, o mandatário alvinegro afirmou que novidades devem ser anunciadas em janeiro, que o Roma tem dívida com o Imperador e também das prioridades para 2011.

- Vamos ver se na primeira semana de janeiro nós anunciamos alguma coisa. Até o fim do ano eu acho muito difícil. Os jogadores que estamos negociando estão todos sob contrato. E o que está mais perto é o Marcinho, mas precisa da liberação do clube lá. Não está fácil – comentou o presidente corintiano.

Sobre a negociação com o Imperador, Andrés Sanches voltou a negar. Disse, como sempre, que nunca negociou com o atacante, com o Roma ou com o empresário de Adriano, Gilmar Rinaldi. E mais: voltou a jogar a responsabilidade em Ronaldo por conta da especulação criada em torno do atacante.

- Se o Ronaldo fizer os 12 cheques pré-datados de um milhão, eu assino o contrato. Já falei, mas ninguém acredita. Eu não negociei com o Adriano, com o Roma ou com o Gilmar. Isso é coisa do Ronaldo, que é amigo dele – falou o mandatário. Mas Andrés Sanches mostrou estar por dentro da situação de Adriano no Roma. O atacante tem contrato até 2012 na Itália, mas segundo o presidente do Corinthians o Imperador não está recebendo em dia na Europa.

- Pergunta para o Adriano quanto ele recebeu já. Falam do futebol brasileiro, mas o futebol europeu também não paga – emendou o presidente do Timão.

Na entrevista de mais de uma hora na Rádio Globo, Sanches afirmou também que o Corinthians está atrás de mais um meia (que jogue pela direita), de outro centroavante e de um zagueiro mais experiente para a disputa da Libertadores.

veja também