MENU

Andrés Sanches afirma que Timão negocia com Paulo Henrique Ganso

Andrés Sanches afirma que Timão negocia com Paulo Henrique Ganso

Atualizado: Segunda-feira, 4 Abril de 2011 as 2:28

O presidente do Corinthians, Andrés Sanches, confirmou nesta segunda-feira que negocia com os representantes do santista Paulo Henrique Ganso. No entanto, o mandatário alvinegro acredita que o meia do Peixe está mais perto da Europa do que do Parque São Jorge. O contrato do camisa 10 com o clube da Baixada vai até fevereiro de 2015.

- Realmente estão acontecendo conversas, mas não posso passar por cima do Santos. O problema é que ele (Ganso) quer ficar três meses no Brasil e ir embora. Isso o Corinthians não vai fazer. Ou ele fica aqui por temporadas ou continua a vida dele – declarou o mandatário alvinegro, em entrevista à Rádio Bandeirantes. Quando o assunto surgiu, no entanto, Andrés negou veementemente que o Timão estava interessado.

Ganso e seu staff, formado pelos empresários do grupo DIS, buscam, além de um aumento salarial, uma redução da multa rescisória para o mercado externo. Na verdade, eles querem que ela caia pela metade: de 50 para 25 milhões de euros. O Santos, no entanto, não aceita essa condição proposta pelos agentes.

Em contrapartida, o presidente do Peixe, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, ofereceu a Paulo Henrique Ganso um aumento salarial de R$ 130 mil para R$ 450 mil. A multa rescisória para o mercado interno, no caso o Corinthians, é de R$ 60 milhões. Especula-se até que o Timão serviria de ponte para um grande da Europa.

O processo funcionaria assim: um clube europeu compraria Paulo Henrique Ganso via Corinthians, para pagar menos, e depois ele seria transferido. Mas Andrés Sanches parece não aceitar isso, como disse na frase acima. Só que de qualquer maneira o mandatário alvinegro afirmou que não vai desistir.

- Ele está mais perto de um clube da Europa. Mas se tivermos a oportunidade, com respeito ao Santos e ao atleta, vamos tentar. Infelizmente quando o jogador quer ir embora ninguém segura – finalizou o presidente do Timão.

Recentemente, como medida de proteção, o presidente do Santos se reuniu com os mandatários de Corinthians, São Paulo e Palmeiras pedindo que os clubes rivais não aceitassem negociar com o DIS por Paulo Henrique Ganso. Mas pelo jeito, se o meia realmente quiser sair, as negociações são inevitáveis.

E no caso do Timão, Luis Alvaro já estava ciente das conversas do DIS com o clube, como afirmou no último mês de fevereiro.      

veja também