MENU

Andrés Sanches explica entrega de cargo e mudança da eleição no Timão

Andrés Sanches explica entrega de cargo e mudança da eleição no Timão

Atualizado: Quarta-feira, 22 Dezembro de 2010 as 3:24

Andrés Sanches prometeu deixar a presidência do Corinthians na primeira quinzena de dezembro de 2011, dois meses antes do fim do seu mandato. É uma promessa antiga do mandatário alvinegro, mas que em janeiro vai se tornar legal no estatuto do clube, que deve sofrer algumas outras alterações.

A ideia de Andrés Sanches é que o novo presidente possa montar o time antes de a temporada começar. Portanto, ele pediu ao Conselho Deliberativo do Timão que colocasse em votação uma alteração da eleição presidencial de fevereiro para dezembro. Assim, quem vencer já pode montar a equipe.

- Em janeiro o Conselho deve votar esse pedido que fiz. É algo justo. Não tem motivo para eu montar o time de 2012 e depois o presidente eleito não poder fazer nada. O Corinthians nunca mais vai ter dono. O estatuto novo é uma vitória e com as novas alterações vai ficar melhor – declarou Andrés Sanches à Rádio Globo.

Então, se tudo correr conforme Andrés Sanches quer, a partir do ano que vem as eleições no Corinthians ocorrerão em dezembro, e não mais em fevereiro. Assim, o mandato dele iria até o dia 15 de dezembro do ano que vem.

- Não adianta eu montar um time e deixar na mão de outro presidente. Aí não dá certo e a pessoa vai falar que não foi ele quem montou. Não quero isso – disse.

Como não pode ser reeleito, o atual presidente alvinegro afirma que não quer mais continuar como dirigente da equipe. Só se ficar louco de novo.

- Eu quero curtir meus filhos e descansar. Só volto a trabalhar no Corinthians na diretoria se eu ficar louco de novo – finalizou o mandatário corintiano.

veja também