MENU

Andressa, Felipe e Jacaré lutam pelo título Brasileiro

Andressa, Felipe e Jacaré lutam pelo título Brasileiro

Atualizado: Sexta-feira, 26 Novembro de 2010 as 1:10

Os judocas da Seleção Brasileira Andressa Fernandes, Felipe César Camilo de Oliveira e Leandro Gonçalves, o “Jacaré”, alimentam as melhores expectativas em relação à disputa do Campeonato Brasileiro Sênior, que acontece neste sábado e domingo, dias 27 e 28/11, no ginásio SESI Gravatás, em Uberlândia, Minas Gerais. “A maioria dos atletas está de olho numa vaga na seletiva para a equipe nacional. Como já tenho lugar garantido nessa disputa, meu foco é conquistar o título. Já fui campeã brasileira, mas venho colecionando medalhas de bronze nessa competição nos últimos anos”, explica a judoca da Associação de Judô Rogério Sampaio/Telefônica.

Depois de conquistar seu primeiro título paulista na categoria pesado, para qual se transferiu nesse final de ano, Leandro Gonçalves, o “Jacaré”, também quer subir ao degrau mais alto do pódio. “O Brasileiro sempre é forte, mas eu sempre entro nas competições com a expectativa de ser o melhor. Passei muito tempo contundido esse ano e já não conseguia manter o peso para permanecer na meio-pesado. Sei que não vai ter moleza, mas acho que tenho boas chances de garantir esse título na nova categoria”, declara Jacaré, que foi campeão brasileiro entre os meio-pesados, em 2008.

Outro integrante do Projeto Judô em Ação, desenvolvido pela AJ Rogério Sampaio, com os patrocínios da Telefônica e da Iharabrás, Felipe César Camilo de Oliveira também tem vaga garantida na seletiva, mas diz que vai partir para cima. “Meus principais adversários são o Bruno Altoé e o Rodrigo Luna, vice-campeão mundial por equipes. A briga vai ser boa”.

O Projeto Judô em Ação é desenvolvido pela Associação de Judô Rogério Sampaio com os patrocínios da Telefônica e da Iharabrás, e o apoio do Santos Futebol Clube, graças a convênio entre o Governo Federal, por intermédio do Ministério do Esporte, e a AJRS, autorizado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

Por Myrian Rosário

veja também