MENU

Angelim: 'Se o Fortaleza perder, a torcida nem vai ficar tão chateada'

Angelim: 'Se o Fortaleza perder, a torcida nem vai ficar tão chateada'

Atualizado: Terça-feira, 15 Março de 2011 as 10:30

Ronaldo Angelim conhece cada palmo do campo do Pici, bairro onde está localizado o centro de treinamento do Fortaleza, na periferia da capital cearense. O zagueiro defendeu o Tricolor por cinco temporadas, antes de se transferir para o Flamengo, no início de 2006. Sempre que visita o Ceará, volta às origens, revê pessoas que fazem parte da vida dele. Apesar de ter nascido em São Paulo, foi criado e começou a carreira de jogador de futebol em Juazeiro do Norte, distante cerca de 560 quilômetros da capital. Quando reaparece, é recebido com honras de filho ilustre.

Será assim até a noite da próxima quarta-feira, dia em que Flamengo e Fortaleza se enfrentam pela segunda fase da Copa do Brasil, às 21h50m (de Brasília). No Castelão, o Rubro-Negro tem a intenção de eliminar o jogo de volta (marcado para o dia 30, no Rio) com vitória por dois gols de diferença.

Angelim não será titular. Hoje, é opção de Vanderlei Luxemburgo. O técnico começou a temporada com David e Welinton na zaga. Sincero e autêntico como sempre, o Magro de Aço lembra que talvez nem fique no banco. Nada que diminua o prazer de estar em casa.

- Os dos zagueiros estão jogando bem, e o Vanderlei quer dar ritmo aos jogadores. A chance de jogar é pequena. O Vanderlei faz um revezamento com o Jean e, como fiquei no banco contra o Fluminense (pelo Carioca), talvez nem no banco eu fique. Mas é especial jogar contra o Fortaleza.

Uma carga de 50 mil ingressos foi colocada à venda (40 mil para cadeiras superiores e 10 mil para inferiores). A expectativa é de estádio lotado, já que há muitos rubro-negros no Ceará.

- Se o Fortaleza perder, a torcida nem vai ficar tão chateada (risos). Respeitamos o adversário, mas são objetivos diferentes. O nosso é ser campeão da Copa do Brasil e queremos matar o jogo da volta.

Será o confronto do campeão da Taça Guanabara com o vice do primeiro turno do Cearense. Angelim tem acompanhado a campanha do time do técnico Flávio Araújo. O Tricolor é o líder do returno, com seis pontos.

- Conheço até o treinador, foi meu treinador, conheço a diretoria, alguns jogadores. Vi a final do primeiro turno contra o Ceará, o time jogou bem, perdeu porque tomou o gol de contra-ataque. É muito melhor que a equipe do Murici-AL (adversário do Fla na primeira fase da Copa do Brasil). Mas o Flamengo vive um bom momento, tem grandes jogadores, decisivos. Tenho certeza que vamos conseguir a vitória.

Os jogadores do Flamengo fazem o último treino antes da partida na tarde desta terça-feira, às 18h, no Castelão.      

veja também