MENU

Antes do jogo contra o Timão, Cuca diz que não foi procurado pelo Tricolor

Antes do jogo contra o Timão, Cuca diz que não foi procurado pelo Tricolor

Atualizado: Quinta-feira, 26 Agosto de 2010 as 8:36

O técnico Cuca colocou o presidente do Cruzeiro em uma saia justa na noite desta quarta-feira. Depois de Zezé Perrella ter afirmado que o São Paulo havia procurado o treinador do time mineiro para ser o substituto de Sérgio Baresi, o próprio Cuca, em entrevista concedida pouco antes da partida entre Cruzeiro e Corinthians, disse que não recebeu nenhum convite.

- Não fui procurado. O que se ouve por aí são especulações. Um exemplo disso foi o Silas, que ainda estava no Grêmio e diziam que havia fechado com o São Paulo, o que não aconteceu - afirmou o treinador.

O discurso do treinador, além de ser basicamente o oposto do que disse Perrella,  foi parecido com do vice-presidente de futebol do clube paulista. Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, negou, no início da tarde, contato com o clube.

- O São Paulo não fez proposta alguma ao Cuca. Aliás, não fizemos proposta por ninguém até agora e estamos só focados no jogo do Vasco. O resto é fantasia, delírio - disse.

O Atlético-MG também acusou o São Paulo de ter procurado Vanderlei Luxemburgo, coisa que também foi refutada pelo São Paulo .

Desde a saída de Ricardo Gomes, no dia 6 de agosto, o Tricolor vem sendo comandando por Sérgio Baresi. Alçado das categorias de base, ele assumiu na estranha condição de “interino até o fim do ano”. Resumindo: Baresi ficaria no cargo até a diretoria conseguir contratar outro. Falou-se em Paulo Autuori, Silas, Vanderlei Luxemburgo, Antônio Lopes, Dunga e até mesmo Cuca.

Nesta quarta, Zezé Perrella disse que Juvenal Juvêncio telefonou para Cuca para fazer um convite e acusou o presidente são-paulino de não ter ética: - O Juvenal ligou para o Cuca primeiro. Eu acho que tinha que ligar para mim antes. Foi uma indelicadeza. Mas o São Paulo sempre faz isso. Eles se julgam o maior de time do Brasil. Eles acham que são o Milan do Brasil, e não é assim. Eles podem pretender o treinador, mas faltou um mínimo de ética. Mas é normal isso do Juvenal. Eu fiquei aborrecido, mas o Cuca mostrou que tem caráter. O São Paulo é prepotente, arrogante e se julga o melhor de todos - disse Perrella.

O dirigente tricolor inclusive lembrou um episódio ocorrido no ano passado envolvendo Cuca e o São Paulo. Quando Muricy Ramalho, atualmente no Fluminense, balançava no cargo de treinador do São Paulo, surgiu uma notícia de que Cuca, então no Flamengo, teria se oferecido para voltar ao clube paulista, onde trabalhou em 2004. Muricy reclamou publicamente de Cuca, gerando um mal-estar. Posteriormente, eles voltaram a se falar.

- O que pode ter existido é que o Cuca tem amizade com algumas pessoas aqui pelo ótimo trabalho que fez em 2004 e de vez em quando podem haver conversas informais. Quando o Muricy foi demitido, ele disse em sua última entrevista que o Cuca havia ligado para o Juvenal para se oferecer, o que também foi uma grande besteira - completou Leco.

veja também