MENU

Antes do reencontro, Fabiana Murer não crê em má fase de Isinbayeva

Antes do reencontro, Fabiana Murer não crê em má fase de Isinbayeva

Atualizado: Quarta-feira, 27 Julho de 2011 as 3:05

O primeiro encontro do ano entre a brasileira Fabiana Murer e a recordista mundial do salto com vara, Yelena Isinbayeva, enfim chegou. Nesta sexta-feira, atletas estarão na etapa da Diamond League, em Estocolmo. Nenhuma das duas detém as marcas esperadas nesta temporada. Fabiana é dona do quarto melhor salto de 2011, com 4,70m conquistados no Sul-Americano de Buenos Aires. Isinbayeva, por sua vez, voltou a saltar há pouco tempo e detém a marca de apenas 4,60m em um meeting na Bélgica. Atualmente, a alemã Martin Srutz tem o melhor resultado do ano, com 4,78m.

Fabiana Murer e Yelena Isinbayeva enfim se encontram na Suécia (Foto: agência Getty Images)

  Apesar do momento da atleta russa não ser dos melhores - já que na semana passada ela abandonou uma prova na Suíça - Fabiana não fez pouco caso e demonstra o respeito de sempre pela campeã olímpica. Fora das competições, as duas são amigas pessoais. Talvez por isso, a brasileira ressaltou as condições adversas que Yelena enfrentou na sua última prova e acredita em uma rival forte no Mundial de Daegu, que acontece no mês que vem.     - A Yelena teve uma volta um pouco dificil pois na primeira competição. Estava chovendo e saltar assim é realmente complicado. Ela fez mais duas competições na mesma semana, o que é ainda pior. Talvez por isso não tenha conseguido fazer uma boa marca ainda, mas acredito que ela está se preparando para o Mundial, essas competições são para isso - afirmou Fabiana, que voltou a deixar claro que apesar da rivalidade dentro do atletismo, sua relação com Isinbayeva sempre foi muito boa.

- A gente se dá bem e tem muita coisa em comum. Durante o período de competições, a gente sempre conversava, saía. Vai ser bom revê-la. Eu gosto de enfrentar as melhores adversárias sempre. E ela é uma grande atleta em todos os sentidos - elogiou Fabiana.

Em sua última disputa, no início do mês, Fabiana saltou 4,66m e foi medalha de bronze em Birmingham, na Inglaterra. Sem se pressionar por resultados agora, a brasileira garante que as duas próximas disputas em Estocolmo e Londres, também pela Diamond League, vãos servir de preparação para a sua prioridade no ano, o Mundial da Coreia.

- Essas duas competições são apenas para me preparar para o Mundial. Acredito que posso melhorar minha marca da temporada, 4.70m, mas lógico que depende dos acertos e condições na hora da prova. Mas estou bem contente com a minha prepração, vou tentar reproduzir tudo que estou fazendo nos treinos - disse.          

veja também