MENU

Ao lado do filho, Souza comemora sua rendenção pessoal no Tricolor

Ao lado do filho, Souza comemora sua rendenção pessoal no Tricolor

Atualizado: Sexta-feira, 25 Março de 2011 as 4:09

Souza voltou a sorrir nas Laranjeiras. Depois de um início de altos e baixos, com direito a expulsão na primeira partida e dois gols na segunda, o apoiador retornou ao time diante do América-MEX, na quarta-feira, e teve participação fundamental na vitória tricolor por 3 a 2, pelo Grupo 3 da Libertadores. Ao lado do filho Kevin, de 8 anos, ele classificou a atuação como uma redenção pessoal no Fluminense. Agora, o objetivo é ter uma sequência na equipe para provar que pode ser titular até o fim do ano.

- Fazia tempo que eu não sentia câimbra. É a idade chegando, né? (risos). Mas eu me preparei para esse jogo. Estava precisando dessa oportunidade. Saí do time vencendo, porque o Muricy queria reforçar a marcação. Sempre respeitei as decisões de meus treinadores. A oportunidade apareceu novamente e correspondi. Espero ficar no time até o final da temporada - disse o jogador, que chegou a ser titular diante do Resende, na vitória por 2 a 1, na estreia da Taça Rio. Na ocaisão o então técnico Muricy Ramalho optou por escalar um time misto, já que a equipe voltava de longa viagem do México para o Brasil, e ele substituiu Conca.

Entre sorrisos e brincadeiras, Souza lembrou que o desgaste de jogar no limite, sem poder perder, torna as coisas ainda mais difíceis. No clássico diante do Vasco, no próximo domingo, às 18h30m, no Engenhão, a situação será parecida. Com sete pontos em quatro jogos, o Fluminense ocupa hoje a terceira posição do Grupo B da Taça Rio e está fora da zona de classificação. Mesmo com o rival embalado pela vitória recente sobre o Botafogo, o jogador garante que não se assusta com o desafio. E usa o lateral-direito Mariano para justificar seu pensamento.

- Me assustar, não assusta. Só quem me assusta é o Mariano (risos). O Vasco está embalado, tem jogadores consagrados, mas em campo são 11 contra 11. Quem marcar melhor vai se dar bem - garantiu.

Mariano ainda realiza tratamento no joelho direito e depende do treino de sábado para saber se disputa o clássico. Se o lateral não jogar, Souza fará a função pela direita.    

veja também