MENU

Ao som de Queen, Lusa vence o Criciúma e se isola no topo da Série B

Ao som de Queen, Lusa vence o Criciúma e se isola no topo da Série B

Atualizado: Quarta-feira, 3 Agosto de 2011 as 8:46

                                    Líder e com sete pontos à frente do segundo colocado. Este é o panorama da Portuguesa após a vitória desta terça-feira, por 2 a 0, diante do Criciúma no Canindé. A situação da Lusa é tão confortável na Série B do Brasileirão que, mesmo antes de a bola rolar, quando o time entrava em campo, a música que animava o estádio era "We are the champions" (Nós somos os campeões), escrita por Freddy Mercury e sucesso da banda Queen na década de 70.

No ritmo do Queen, a Portuguesa ainda não é a campeã da Série B deste ano, como diz a música, mas deu mais um importante passo rumo ao título ao abrir sete pontos de vantagem sobre a Ponte Preta (33 a 26), hoje vice-líder.

E a vitória foi construída pelo alto, com dois gol de cabeça de jogadores que saíram do banco de reservas, no segundo tempo (assista ao vídeo). Primeiro, com Ananias, e depois com o estreante Boquita, após cruzamento de Edno. Pelo segundo jogo seguido, a Lusa garante os três pontos no segundo tempo, como já havia acontecido contra a Ponte Preta (vitória por 3 a 0), no fim de semana.     Portuguesa bate Criciúma e se isola na liderança da Série B (Foto: Ag. Estado)     Andrey x Torcida

No primeiro tempo, o que mais chamou a atenção foi a irritação dos torcedores com o goleiro Andrey, do Criciúma, que jogou na Portuguesa em 2009 e deixou o clube pela porta dos fundos, fazendo críticas e brigando com a torcida. Cada vez que ele pegava na bola ou cobrava um tiro de meta, os torcedores xingavam e gritavam "frangueiro".

- Eles precisam entender que agora estou em um clube melhor, com título - cutucou Andrey, na saída para o intervalo, após gesticular para os torcedores durante todo o primeiro tempo e até ser advertido pelo árbitro gaúcho Márcio Chagas da Silva.

Com a bola rolando, nos primeiros 45 minutos houve muita marcação e pouco futebol dos dois times. A Portuguesa foi mais perigosa e assustou o goleiro Andrey em duas jogadas pelo lado direito com o lateral Luis Ricardo.

Na primeira, chutou cruzado e Andrey espalmou. Na segunda, deu lindo corte em Adeílson e serviu Ivo, que chutou por cima, da marca do pênalti. E foi só. O Tigre assustou em dois chutes de fora da área, que Weverton apenas observou a bola sair pela linha de fundo.

Gol, liderança e (mais) provocação

A Portuguesa entrou para o segundo tempo líder e ciente de que, mesmo em caso de derrota, não perderia a primeira posição. Mas fez valer o fato de jogar dentro da sua casa e deu uma alegria dupla para os seus torcedores. A primeira foi o gol de Ananias, logo aos seis minutos da etapa final, de cabeça, após cruzamento de Luís Ricardo pelo lado direito.

O jogador de 1,66m entrou no intervalo no lugar de Ivo e cabeceou firme, sem chances para o goleiro Andrey. Com o gol, a segunda alegria: a torcida lusa aumentou a pressão em cima do goleiro do Criciúma, que não se intimidou com o gol e continuou devolvendo as provocações.

Em um recuo de bola, em frente ao atacante Edno, tocou de letra para o zagueiro Toninho. Com os pés, Andrey assustou a torcida do Tigre, mas também fez boas defesas. Primeiro, segurou bem o chute de Marco Antonio no canto direito. Depois, no reflexo, evitou o segundo gol de Ananias, em chute forte quase dentro da pequena área.

Estreia com o pé-direito

Com vantagem no placar, o técnico Jorginho promoveu a estréia de Boquita na Portuguesa. E outra vez o treinador foi certeiro na substituição. Com poucos minutos em campo, o meio-campo aproveitou cruzamento de Edno pelo lado esquerdo e cabeceou cruzado: 2 a 0 e vitória garantida.

A partir daí, a Lusa tocou a bola e a torcida continuou cantando e fazendo suas "homenagens" para o goleiro Andrey.

Sequência

Na próxima rodada, os dois times vão jogar fora de casa. A Portuguesa vai enfrentar o Sport, no Recife, no sábado, dia 13, às 16h20. Já o Criciúma enfrenta a Ponte Preta, em Araraquara, no mesmo dia e no mesmo horário.              

veja também