MENU

Após 15 dias internado, Ricardo Gomes deixa o CTI

Após 15 dias internado, Ricardo Gomes deixa o CTI

Atualizado: Segunda-feira, 12 Setembro de 2011 as 3:03

Após 15 dias internado no CTI do Hospital Pasteur, na Zona Norte do Rio de Janeiro, Ricardo Gomes teve alta no início da tarde desta segunda-feira e foi transferido para o quarto. O quadro de saúde é cada vez mais estável. Ele segue interagindo com os médicos e com os familiares, respirando sem o auxílio de aparelhos e realizando sessões de fisioterapia motora em dois momentos do dia. O trabalho de fonoaudiologia também acontece.

Apesar de ter sido transferido para o quarto, a monitoração das condições de saúde de Ricardo Gomes será intensa nas próximas 24 horas. Como de praxe não só em pacientes que sofreram um AVC como também em qualquer um que deixa o CTI, o primeiro dia fora é fundamental. Desta maneira, qualquer tipo de alteração pode fazer com que ele retorne rapidamente ao CTI. No entanto, o seu prognóstico é positivo, e os médicos estão otimistas.

Em coletiva de imprensa realizada na última sexta-feira, o trio que acompanha diretamente o caso de Ricardo Gomes fez uma estimativa de que, após a saída do CTI, ele poderia deixar o hospital em mais ou menos duas semanas. Neste período, as sessões de fisioterapia seguirão intensas para amenizar as sequelas. Apesar de ele já estar se sentando e movimentando os membros, não há como garantir que o treinador voltará a ter condições de sair andando ou falando normalmente.

Entenda o caso

Ricardo Gomes sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) no segundo tempo do clássico entre Flamengo e Vasco, no domingo, dia 28 de agosto, no Engenhão. Foi levado inicialmente para o centro médico do estádio e, em seguida, encaminhado para o Hospital Pasteur, na Zona Norte do Rio de Janeiro, onde foi submetido a uma cirurgia que durou cerca de três horas e meia. A hemorragia no cérebro em decorrência do AVC sofrido pelo treinador foi estancada, e a circulação, restabelecida.

No ano passado, quando ainda comandava o São Paulo, Ricardo Gomes teve uma vasculite, considerada um pequeno AVC, e precisou ficar internado após o clássico contra o Palmeiras, pelo Campeonato Paulista. No entanto, o médico do Vasco Clóvis Munhoz assegura que o problema não é relacionado com o enfrentado pelo treinador na outra ocasião.        

veja também