MENU

Após ano de tropeços e fracassos, Palmeiras volta a liderar um torneio

Após ano de tropeços e fracassos, Palmeiras volta a liderar um torneio

Atualizado: Sexta-feira, 4 Fevereiro de 2011 as 9:07

Depois de um ano de tropeços e fracassos, o Palmeiras voltou a liderar um campeonato. A vitória sobre o Mirassol por 1 a 0, combinado com o empate do Santos em 2 a 2 com a Ponte Preta, na última rodada do Paulistão, fizeram com que o Alviverde atingisse a primeira posição do estadual, com 16 pontos em seis jogos realizados.

O Palmeiras não sentia o gostinho da liderança desde o Paulistão passado, quando ainda era comando por Muricy Ramalho. Na quarta rodada, o time encabeçava a tabela de classificação com oito pontos, empatado em vitórias, saldo e gols marcados com o Ituano. A única diferença era nos cartões amarelos recebidos – sete palmeirenses contra 13 do time de Itu.

A ponteira da competição veio depois de uma vitória de 1 a 0 sobre o Monte Azul, no dia 27 de janeiro de 2010. Na rodada seguinte, porém, o Palmeiras caiu. Perdeu por 1 a 0 para o Corinthians, adversário que enfrentará neste domingo, no Pacaembu, também pelo estadual. E desde o dia 31 daquele mês não voltou mais a nortear um campeonato.

O desempenho ruim no Paulista fez com que Muricy Ramalho fosse demitido, dando lugar a Antônio Carlos Zago. Com o ex-zagueiro à frente da equipe, o Alviverde fechou a competição na modesta 11ª colocação, fora da zona de classificação para a fase final.

Com Luiz Felipe Scolari, o time está invicto no torneio. São cinco vitórias e apenas um empate – 0 a 0 com Botafogo-SP, na primeira rodada. Apesar de ainda não ter Valdivia entre os titulares – ele ainda recupera a forma física depois de sofrer com uma fibrose na temporada passada - , os jogadores do Palmeiras já comemoram o bom desempenho no início do campeonato. Principalmente depois dos fracassos de 2010 - queda no Paulistão, Copa do Brasil, Sul-Americana e campanha modesta no Brasileiro.

- Desde o ano passado o time está se fortalecendo e as peças novas estão se encaixando. Hoje temos um elenco mais competitivo, com atletas que conseguem suprir as ausências que temos. Todos que entram são fundamentais para o bom andamento do time – disse o goleiro Deola.

veja também