MENU

Após carreata, seleção sul-africana encontra presidente: "Vamos à final"

Após carreata, seleção sul-africana encontra presidente: "Vamos à final"

Atualizado: Quarta-feira, 9 Junho de 2010 as 2:23

Logo depois da carreata que reuniu cerca de 200 mil pessoas em Joanesburgo, a seleção sul-africana teve outro compromisso longe da bola. Antes do treino desta quarta-feira à tarde,

jogadores e comissão técnica receberam o presidente Jacob Zuma no gramado da Universidade Wits. Zuma foi desejar boa sorte à equipe, que na sexta-feira abre a Copa do Mundo contra o México, no Soccer City.

Usando um cachecol com as cores da bandeira sul-africana, o presidente cumprimentou cada um dos jogadores e integrantes da comissão técnica. Depois, ao lado do técnico Carlos Alberto

Parreira e do capitão Aaron Mokoena, falou por cerca de dez minutos sobre o que espera da equipe.

- Estou muito feliz de estar com vocês aqui hoje. Vim para mostrar que o país inteiro está 100% com os Bafana Bafana. Como otimista que sou, digo que vamos chegar à final. E minhas mãos já estão ansiosas para segurar a taça. A Copa do Mundo está pela primeira vez na África e é aqui que tem que permanecer - brincou o presidente.

Horas antes do encontro, Parreira manifestou sua preocupação com a série de eventos programados para a seleção. Segundo ele, é preciso saber dosar a importância de um momento histórico para o país com a preparação do time.

- Eu fui com apenas sete jogadores para a carreata para não passar a impressão errada de que já estávamos comemorando. Foi uma forma de retribuir o carinho do povo, mas sem perder a concentração. Já conversei com meus jogadores sobre isso, disse a eles que estamos muito próximos da estreia na Copa e que não podemos perder o foco neste momento - explicou o treinador.

Por Rafael Pirrho

veja também