MENU

Após contraprova positiva, Pedro Solberg aposta em erro no exame

Após contraprova positiva, Pedro Solberg aposta em erro no exame

Atualizado: Quinta-feira, 11 Agosto de 2011 as 11:17

Pedro Solberg ainda acredita que pode ter havido

erro no teste (Foto: Divulgação / CBV)

  Após um mês de suspensão por testar positivo para o esteroide exógeno androstane, Pedro Solberg, enfim, teve o resultado de sua contraprova. Com o teste positivo em mãos, o jogador confessou que não esperava um resultado diferente, mas diz ainda acreditar em alguma falha no seu exame e continua querendo provar que não ingeriu nenhuma substância proibida. Poucas horas após a divulgação do resultado, o atleta informou que a FIVB derrubou sua suspensão , por causa da possibilidade de erros nos exames.

- Eu sabia que ia dar positivo. Tinha poucas dúvidas, mas estou apostando em um erro no primeiro exame que acabou sendo repetido na contraprova. Se houve alterações, essa segunda prova também passou pela mesma – explicou.

A espera de mais de um mês pelo resultado aconteceu por diversos motivos: primeiro, o laboratório Ladtec estava com a agenda lotada por conta da demanda dos Jogos Mundiais Militares. Em seguida, quando a contraprova começou a ser realizada, uma equipe de químicos contratada por Pedro foi informada de que o exame tinha sido cancelado e refeito por conta de um erro cometido pelo próprio laboratório.

- Depois desse erro tivemos que esperar mais duas semanas, porque eu não abri mão da presença dos meus químicos – contou o jogador.

Pedro revelou também que durante todo o processo foram levantadas questões importantes que podem ter influenciado no aparecimento da substância proibida em seu exame.

- A amostra do exame tem que ficar em uma temperatura específica, que pode não ter ficado. Pesquisamos que se acontecer de ficar acima da temperatura, substâncias, isso inclui o esteroide da minha prova, podem aparecer no exame. Outras coisas também foram questionadas, como por onde a amostra passou de fato – finalizou Pedro.          

veja também