MENU

Após a convocação de Lucas, Tricolor quer antecipar clássico com o Palmeiras

Tricolor quer antecipar clássico com Palmeiras

Atualizado: Sexta-feira, 17 Fevereiro de 2012 as 9:21

Os dirigentes do São Paulo e o técnico Leão ainda não aceitaram muito bem a convocação do meia Lucas para o amistoso da Seleção brasileira contra a Bósnia, dia 28, na Suíça. O time seria prejudicado pois ocorrerá um jogo clássico contra o palmeiras dia 26 (domingo). O clube entrou com um pedido na Federação Paulista de Futebol para que o jogo com o verdão seja antecipado, então, para sábado.

Com isso, o atleta teria tempo para voltar e se apresentar ao técnico Mano Menezes e viajar com a delegação da Seleção para a Europa. Se o clássico for mantido para o dia 26, mesmo com o time retornando de Presidente Prudente em voo fretado, Lucas não conseguiria se juntar aos demais convocados.

Leão pede que a Federação tenha bom senso e dê ao São Paulo o mesmo tratamento que o Santos recebeu. O Peixe, que teve o goleiro Rafael, o meia Paulo Henrique Ganso e o atacante Neymar convocados, teve a partida contra a Ponte Preta antecipada de domingo para sábado. O que dificulta a mudança na tabela é o fato de o Palmeiras ter um jogo no dia 23, uma quinta-feira, contra o Oeste, no Pacaembu. Ou seja: para que o clássico fosse remarcado para o sábado, esse jogo do Palmeiras também teria de ser alterado.

– Sinceramente, deveria acontecer. Se ela antecipou o do Santos, por que não fazer o mesmo? No Rio, já foi avisado que jogadores de Vasco e Flamengo serão liberados em caso de final da Taça Guanabara. Entramos com pedido na Federação, vamos ver. O que não dá é para atender só um pedido – reclamou o treinador.
O comandante são-paulino, no entanto, não acredita que a tentativa terá êxito.

– Se você observar que o Morumbi foi retirado de todas as competições que serão disputadas, já dá para entender muita coisa – disse o técnico, insinuando que o Tricolor é prejudicado pela Federação por motivos políticos.

Lucas por sua vez disse que não vai se envolver na polêmica. Feliz com a convocação, ele disse que seria ótimo poder vestir a camisa verde e amarela novamente. Porém, se o São Paulo não o liberar, o camisa 7 afirma que disputará o clássico "feliz da vida".

– É sempre gratificante vestir essa camisa e eu, como jovem, não sou diferente. Deixo para eles decidirem, eu só cumpro ordens. Se for para ir, vou feliz. Se ficar, não tem problema. Eu só quero jogar futebol. Acho que vale estudar alguma composição para que eu possa ajudar o time contra o Palmeiras. Eles que resolvam – afirmou.

 

Com informações de Globo Esporte

veja também