MENU

Após derrota, Enderson muda o tom e diz que 'interino tem limitações'

Após derrota, Enderson muda o tom e diz que 'interino tem limitações'

Atualizado: Segunda-feira, 23 Maio de 2011 as 9:32

O discurso seguro e auto-suficiente de Enderson Moreira durante a semana em Teresópolis já não é mais o mesmo após o revés por 2 a 0 do Fluminense diante do São Paulo na estreia no Brasileirão, domingo, no Rio de Janeiro. Se na Granja Comary o treinador disse que era, sim, responsável pelas decisões envolvendo a equipe até a chegada de Abel Braga e que tinha liberdade para tomá-las, no vestiário em São Januário o treinador revelou que há, sim, limitações em suas ações e pediu paciência até a chegada de seu substituto, prevista para o dia 8 de junho

- O trabalho do treinador interino tem limitações. Não posso fazer tudo só do jeito que eu penso. É importante fazer a transição da melhor maneira possível. Lógico que seria importante com vitórias. O Abel vai chegar, fazer as escolhas dele, e é necessário paciência neste momento. Não podemos radicalizar.

Sem o comando que o Fluminense espera encontrar em Abel, Enderson Moreira até dialoga por telefone com o futuro treinador tricolor, mas deixa claro que as decisões sobre o rumo da equipe serão tomadas somente após a chegada do dono do cargo.

- O Abel já tem pensado e analisado algumas coisas. A questão dos reforços é responsabilidade dele. Temos conversado sobre como os jogadores se encontram atualmente.

Abel Braga é esperado no Fluminense dia 8 de junho e deve estrear no comando da equipe diante do Corinthians, quatro dias depois, no Pacaembu, pela quarta rodada do Brasileirão. Até lá, o Tricolor ainda encara o Atlético-GO, domingo, em Goiânia, e o Cruzeiro, no Engenhão.            

veja também