MENU

Após empate, Mano pede paciência e cutuca Daniel Alves

Após empate, Mano pede paciência e cutuca Daniel Alves

Atualizado: Domingo, 10 Julho de 2011 as 9:46

Após empatar por 2 a 2 com o Paraguai, o técnico Mano Menezes, da seleção brasileira, pediu paciência aos torcedores brasileiros e cutucou o lateral direito Daniel Alves pelo erro cometido no segundo gol do Paraguai. No lance, o jogador do Barcelona perdeu a bola na área para Riveros. O paraguaio tocou para Santa Cruz, que rolou para Valdez. O atacante chutou, a zaga rebateu no próprio jogador e a bola entrou na meta de Julio Cesar. "Arriscamos demais em um setor que não podemos arriscar. Pode custar um preço alto e custou", falou Mano Menezes. O próprio jogador assumiu o erro e pediu desculpas para os jogadores da seleção brasileira. "Assumo a minha responsabilidade pelo segundo gol do Paraguai. Foi um erro meu e peço desculpas para os meus companheiros", admitiu o lateral. Na sequência da coletiva, o treinador pediu apoio e paciência para os torcedores brasileiros que estão na Argentina. Segundo ele, a maioria da torcida presente no estádio Mario Kempes, em Córdoba, estava contra o Brasil. "Peço sempre um pouco de paciência. Às vezes, você quer ver um jogador específico, mas não precisa vaiar o outro. A torcida precisa nos apoiar. O estádio [torcedores presentes no Mario Kempes] todo já estava contra nós". Aos 36min do segundo tempo, o técnico substituiu Neymar, que pouco produziu no confronto, por Fred, autor do segundo gol brasileiro aos 44min do segundo tempo. Quando deixou o gramado, o atacante santista foi vaiado pela torcida. O comandante ainda comentou que outras seleções sul-americanas não sofrem uma pressão contrária como a brasileira. "Se empatarmos no Defensores del Chaco por 2 a 2, vai cair o mundo? Não. Precisamos manter a tranquilidade para melhorar. O futebol apresentado não foi tão abaixo do esperado", finalizou.  

veja também