MENU

Após fiasco na Copa América, Brasil pega Alemanha para levantar moral

Após fiasco na Copa América, Brasil pega Alemanha para levantar moral

Atualizado: Quarta-feira, 10 Agosto de 2011 as 9:52

Pouco menos de um mês depois da eliminação na Copa América, o Brasil volta a campo disposto a levantar a autoestima. No 13º compromisso da era Mano Menezes, o adversário do time canarinho será a Alemanha, nesta quarta-feira, às 15h45m (de Brasília), na Mercedes Benz Arena, em Stuttgart. O dia 10 de agosto traz boas recordações para Neymar, Ganso, Pato & cia. Na mesma data, em 2010, a equipe estreou sob o comando do novo treinador e venceu os Estados Unidos por 2 a 0, em Nova Jérsei. Se depender da coincidência, a equipe tem tudo para conseguir um resultado positivo. Assista ao duelo ao vivo pela TV Globo e pelo Sportv e acompanhe o encontro em Tempo Real pelo GLOBOESPORTE.COM.

Neymar é uma das esperanças da Seleção no jogo desta quarta-feira, em Stuttgart  (Foto: AP)

  Naquela ocasião nos Estados Unidos, Ganso teve atuação de gala. Neymar e Pato marcaram os gols do triunfo. O desempenho encheu o técnico de otimismo para o futuro canarinho. Porém, com a lesão do camisa 10, a equipe e a formação só voltaram a ser repetidas mesmo na Copa América. No torneio, a Seleção obteve uma vitória e três empates. Nas quartas de final, após empate no tempo normal por 0 a 0, derrota nos pênaltis por 2 a 0. Nas cobranças, Elano, Fred, Thiago Silva e André Santos desperdiçaram.

Página virada e o início de uma nova etapa. Nomes como Elano e Luisão ficaram para trás. O zagueiro Dedé, do Vasco, e os volantes Ralf, do Corinthians, e Luiz Gustavo, do Bayern de Munique, ganharam as primeiras oportunidades. O sonho agora é outro. Não é mais continental, é olímpico. A partir de agora, Mano Menezes começa a pensar no grupo que vai disputar o torneio em Londres, em 2012. E, nesse planejamento, Ganso e Neymar estão incluídos.

Sem Lucas Leiva, suspenso, e Maicon, atrasado, Mano aposta em Dani Alves e Ralf

Mano conversa com Thiago Silva após treino da

Seleção Brasileira (Foto: Mowa Press)

  Mano teve um pouco de dificuldades para montar a equipe para o duelo diante da Alemanha. Tudo por conta do retorno tardio de alguns atletas aos treinos nas pré-temporadas dos seus respectivos clubes. São os casos dos laterais Maicon, do Inter de Milão, Daniel Alves, do Barcelona, e André Santos, do Fenerbahçe, e do zagueiro Lúcio, também dos nerazurri. Três deles serão titulares diante dos alemães.

Sem muito o que fazer, Mano reclamou do calendário, pediu melhoras e afirmou que os treinadores brasileiros já estão acostumados a fazer "mágica" por conta das inúmeras dificuldades encontradas devido às diferenças com a realização das competições na Europa.

- A questão física é complicada. Temos que tomar cuidado para não perdermos jogadores por lesão, no retorno aos clubes. Mas não tem jeito. Ainda temos essa discrepância no calendário, principalmente no brasileiro em relação ao europeu. Enquanto isso ainda acontece, nós precisamos fazer mágica. No Brasil, montamos um time em três meses, perdemos jogadores e temos que gritar mais na beira do campo. É diferente do que acontece aqui na Europa, onde eles tem mais tempo para fazer isso - analisou o treinador.

Para o duelo em Stuttgart, Mano ainda tem dois problemas. Lucas Leiva, suspenso, está fora. O estreante Ralf entra em seu lugar. Além do volante, o lateral-direito Maicon perdeu o voo em Belo Horizonte e só se apresentou à Seleção na noite de terça-feira. Apesar disso, o treinador já havia admitido a vontade de escalar Daniel Alves no setor.

Base do Bayern e do campeão Borussia Dortmund

Joaquim Löw vai usar base do Bayern contra a 

Seleção Brasileira nesta quarta (Foto: EFE)

  Em busca de um entrosamento melhor da equipe, o técnico Joachim Löw convocou oito jogadores que atuam no Bayern de Munique. Por outro lado, o treinador deixou de fora da lista os apoiadores Mesut Özil e Sami Khedira. O comandante atendeu ao pedido feito pelo Real Madrid por conta do desgaste dos atletas devido à viagem à China.

O brasileiro naturalizado alemão Cacau foi chamado pelo comandante da seleção. Além disso, o capitão Phillip Lahm vai voltar a atuar pelo lado esquerdo. Nas últimas partidas pela Alemanha, o jogador havia jogado pelo setor direito.

No lado direito, Löw deve escalar Höwedes, enquanto os favoritos para formar a dupla de zagueiros são Mats Hummels e Holger Badstuber.            

veja também