MENU

Após negar Scolari, Juvenal elogia Adilson e cobra melhora do grupo

Após negar Scolari, Juvenal elogia Adilson e cobra melhora do grupo

Atualizado: Quinta-feira, 13 Outubro de 2011 as 11:48

Juvenal Juvêncio está satisfeito com Adilson Batista

(Foto: Luiz Pires / VIPCOMM)

  A cada jogo que passa, a paciência da torcida do São Paulo com o técnico Adilson Batista fica menor. O fraco aproveitamento da equipe no Campeonato Brasileiro nas mãos do treinador (47,6%, fruto de sete vitórias, nove empates e cinco derrotas) faz aumentar o clamor das arquibancadas por um novo comandante em 2012. Porém, quem manda está satisfeito com o trabalho do treinador. O presidente Juvenal Juvêncio diz que a responsabilidade pelo momento ruim não pode ser aplicada somente ao treinador e que espera que Adilson continue no Morumbi por mais tempo. Vale lembrar que o contrato acaba em 31 de dezembro, quando as partes discutirão um novo vínculo.

Para falar de Adilson Batista, Juvenal negou que tenha interesse na contratação de Luiz Felipe Scolari, que vive momento instável no Palmeiras.

- O Felipão é uma grande figura, um grande técnico. Mas estou satisfeito com o Adilson.. Gosto muito dele, é um cara sério, trabalhador, gosta de que faz. O torcedor tem uma imagem ruim dele porque, quando foi contratado, a mídia, com razão, explorou os últimos trabalhos dele. A renovação de contrato dele não depende do título ou de vaga na Libertadores. Existem outros fatores que precisam ser levados em consideração. Oxalá ele continue conosco porque é o que queremos – afirmou o dirigente.

Juvenal deixou claro nas suas palavras que está insatisfeito com o desempenho de alguns jogadores e que isso tem feito a diferença para o time não deslanchar no Campeonato Brasileiro. Por isso, ele considera que são injustas as críticas somente sobre o trabalho de Adilson Batista.

Adilson Batista acredita que arrancada do time no Brasileirão poderá mudar

 o comportamento da exigente torcida do São Paulo, que tem criticado

o seu trabalho (Foto: Marcos Ribolli/GLOBOESPORTE.COM)

  - Não estou satisfeito com o rendimento da equipe até agora. Entendo que tem mais competência do que produziu. Se fizer um exame sereno, o que não é fácil, vocês perceberão que o São Paulo tem um time altamente competitivo e isso não se verificou por uma série de motivos que não vou enumerar porque vai parecer que estou inventando desculpa. Existem elementos que não estão rendendo o que podem. Espero que isso possa melhorar – afirmou.     Questionado mais uma vez sobre o comportamento do torcedor, Adilson Batista não quis partir para o confronto e acredito que o time vá evoluir na reta final do Campeonato Brasileiro, o que modificará o comportamento dos são-paulinos.

- Estou super contente, vivenciando cada dia pela grandeza, pela condição de trabalho, pelo apoio que tenho recebido de todos os dirigentes. Eu tenho me dedicado, me esforçado, feito o máximo para conquistar o torcedor - ressaltou.

Perguntado se o suposto interesse do São Paulo por Luiz Felipe Scolari, seu amigo pessoal, Adilson mostrou ótimo humor.

- Jantei com o Felipão na semana passada e ele não me falou nada. Vou ter que marcar outro com ele e com o Murtosa para ele confessar então – afirmou, rindo.          

veja também