MENU

Após nove horas de reunião, decisão sobre o futuro de Neymar é adiada

Após nove horas de reunião, decisão sobre o futuro de Neymar é adiada

Atualizado: Quarta-feira, 18 Agosto de 2010 as 7:42

Ficou para sexta-feira a decisão sobre o futuro do atacante Neymar. Durante nove horas (com pequena pausa para o almoço), a comitiva santista, formada pelo presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, o diretor jurídico Luciano Moita, o assessor da presidência Fernando Silva, e representantes de um grupo de empresários que apoiam Luis Alvaro, tentaram convencer os representantes do jogador a mantê-lo no clube por mais dois anos. A reunião foi realizada em São Paulo.

Logo no início, Neymar da Silva Santos, pai do jogador, e o agente Wagner Ribeiro falaram sobre a proposta do Chelsea: cerca de R$ 8 milhões por ano em salários para o jogador e mais um contrato até 2015. O presidente do Santos, por sua vez, deixou claro que o jogador só sai da Vila Belmiro caso o clube inglês pague os R$ 79 milhões da multa rescisória.

Em seguida, os representantes do jogador ouviram a proposta santista: um generoso reajuste salarial (o triplo do que o garoto recebe agora), que seria pago com a ajuda de ações de marketing, como foi feito com Robinho. Esse salário não ficaria congelado: haveria gatilhos automáticos que seriam disparados de acordo com o cumprimento de metas pré-estabelecidas: artilharia em campeonatos, títulos, convocações para a Seleção Brasileira.

Ribeiro e Neymar da Silva deixaram a reunião prometendo uma resposta até sexta-feira.

veja também