MENU

Após paralisação, obras da Arena do Grêmio são embargadas

Após paralisação, obras da Arena do Grêmio são embargadas

Atualizado: Quarta-feira, 2 Março de 2011 as 4:56

Fiscais do Ministério do Trabalho visitaram na tarde de terça-feira as obras no local onde será erguida a nova Arena do Grêmio, no bairro Humaitá, em Porto Alegre. Após constatarem irregularidades, parte do canteiro de obras foi interditada - a "área de vivência", onde estão o alojamento e o refeitório, entre outras instalações.

Segundo a Rádio Gaúcha , as obras foram embargadas. Os funcionários iniciaram uma paralisação no final da última quinta, quando iniciaram as visitas dos fiscais e sindicalistas.

No local trabalham aproximadamente 350 operários egressos em sua maioria da região Nordeste do país. Eles reivindicam melhores condições de trabalho. Muitos não tiveram a carteira assinada. Nos alojamentos os quartos apresentam más condições.

As obras serão reiniciadas após a realização das melhorias nos locais interditados pelo Ministério do Trabalho. A construtora OAS, responsável pela obra, ainda não se pronunciou sobre o embargo.

Além das melhorias na área de vivência do canteiro de obras, os operários cobram a assinatura das carteiras de trabalho, e reivindicam ainda aumento de 10% nos salários e menor intervalo nas folgas para visitar os familiares no Nordeste.

A Arena está em construção, com inauguração prevista para o final de 2012. O novo estádio do Grêmio foi definido como sede oficial de treinos para a Copa do Mundo de 2014.    

veja também