MENU

Após protesto no Pacaembu, Timão pede que Fiel dê chance a Adriano

Diretoria apoia Adriano e pede calma a Fiel

Atualizado: Sexta-feira, 20 Janeiro de 2012 as 8:42

Bronca e multa aplicadas, o Corinthians quer esfriar mais uma polêmica criada por Adriano. Com o incentivo do elenco ao Imperador, a diretoria pede paciência à torcida. Na última quarta-feira, antes do amistoso contra a Portuguesa, a Fiel protestou e pediu a saída do centroavante pela falta ao treino.


– Lógico que não é agradável ouvir a torcida pedindo que um profissional saia. Mas eu quero que a torcida dê uma oportunidade para o Adriano mostrar o grande futebol que ele tem. Tenho certeza de que ele ainda mostrará esse futebol – afirmou o presidente em exercício Roberto de Andrade.


Adriano ganhou o apoio dos companheiros. Apesar de cometer alguns deslizes, o jogador tem um bom relacionamento com o grupo. Após o protesto no Pacaembu, todo os atletas que concederam entrevistas saíram em defesa dele.


– Ninguém tem o que falar dele. É um cara de grupo, honesto e transparente. Ele sabe que errou, o motivo disso eu não sei. O Adriano terá a chance de dar a volta por cima, de trabalhar como fez na pré-temporada. Estamos ao lado dele para ajudar – ressaltou o volante Paulinho.


A cobrança da torcida foi a primeira desde que Adriano chegou. No ano passado, mesmo nitidamente fora de forma nos quatro jogos que participou, o Imperador recebeu muito incentivo das arquibancadas. Agora, a direção tenta evitar uma nova revolta. Sábado, o Timão pega o Mirassol na estreia no Paulistão, às 17h, no Pacaembu. O centroavante pode ser relacionado e, no papo com a direção, prometeu mais empenho.


– Nunca tivemos uma conversa como esse. Quando olha nos olhos da pessoa e vê que ela está dizendo a verdade, você tem por obrigação aceitar – disse Andrade.

veja também