MENU

Após susto nas eliminatórias, Kaio Márcio leva ouro e índice para Dubai

Após susto nas eliminatórias, Kaio Márcio leva ouro e índice para Dubai

Atualizado: Sexta-feira, 24 Setembro de 2010 as 1:40

Classificado para a final apenas com o sétimo tempo, Kaio Márcio quase nem entrou na disputa por medalha dos 200m borboleta do Troféu José Finkel de natação, que está sendo realizado no Rio de Janeiro. Nesta sexta-feira, porém, o recordista mundial da prova caiu na piscina determinado a garantir o segundo ouro na competição e ainda o índice para o Mundial de Dubai. Com folga, o atleta paraibano conseguiu cumprir o planejado.

- Ontem, eu segurei demais e corri até o risco de não nadar a final. Meu treinador ficou bem preocupado. Mas foi bom, valeu. Consegui nadar bem e fiquei feliz com a vitória e o tempo – disse Kaio Márcio, que também foi ouro nos 100m borboleta.

O nadador do Fluminense garantiu a vitória com o tempo de 1m52s12, superando o seu próprio recorde de campeonato (1m53s89). A prata e o bronze ficaram com Frederico Castro e Leonardo de Deus com as marcas de 1m54s03 e 1m54s23.

- Eu acho que o importante é você estar bem, estar focado na hora. Você sabe que não vai poder errar. Mas, geralmente, a gente só tem uma chance para nadar. Então, é focar para fazer um tempo bom e conseguir o índice – afirmou Kaio sobre a pressão de garantir a vaga para o Mundial na última chance.

No feminino, domínio estrangeiro. A bela húngara Zsuzsanna Jakabos subiu ao lugar mais alto do pódio com o tempo de 2m08s85. A americana Kimberly Vanderberg (2m09s15) e a argentina Georgina Basdach (2m11s76) completaram o pódio.

Com recorde de campeonato, Henrique Rodrigues vence os 100m medley

Já classificado para o Mundial de Dubai, Henrique Rodrigues garantiu o ouro nos 100m medley com o tempo de 53s05, superando o recorde de campeonato de Thiago Pereira (53s72, de 2004). O austríaco Markus Rogan ficou com a prata (53s29), seguido por Fernando Souza com o bronze (54s55). No feminino, a húngara Evelyn Verraszto foi a campeã com a marca de (1m01s38). Fabíola Molina (1m01s63) e Michele Lenhardt (1m02s76) completaram o pódio. Na final dos 50m costas, o austríaco Markus Rogan fez 23s53 e subiu ao lugar mais alto do pódio. O recordista sul-americano da prova, Guilherme Guido, ficou com a prata (23s61), e Leonardo de Deus terminou em terceiro (24s11). A pernambucana Etiene Medeiros levou a melhor no duelo com Fabíola Molina e garantiu o ouro com o tempo de 27s20. Fabíola ficou em segundo com 27s49, seguida pela Natália Diniz (28s22).

O Minas se destacou nas finais dos 4x200m livre garantindo os dois ouros. Na disputa masculina, Vinicius Waked, Markus Rogan, Rodrigo Castro e Lucas Kanieski venceram com 7m08s07, seguidos pelas equipes do Curitibano (7m11s28) e do Pinheiros (7m12s19). No feminino, Manuella Lyrio, Sarah Corrêa, Larissa Cieslak e Jessica Cavalheiro subiram ao lugar mais alto do pódio (8m02s57). Os quartetos do Flamengo e do Corinthians ficaram com a prata (8m06s41) e o bronze (8m07s38).

veja também