MENU

Argentina decepciona e perde para o Equador

Argentina decepciona e perde para o Equador

Atualizado: Terça-feira, 1 Fevereiro de 2011 as 8:38

Invicto até então no Sul-americano e uma das equipe favoritas a conquistar uma das vagas para os Jogos Olímpicos, a seleção argentina decepcionou com um futebol pragmático e perdeu por 1 a 0 para o Equador na primeira partida do hexagonal final.

Nem mesmo a semana de livre que Perazzo teve foi capaz de mudar o futebol apresentado pelos garotos da albiceleste na competição. Com um futebol burocrático e sem espírito coletivo, a seleção repetiu os erros das primeiras partidas e desta vez não contou com a sorte para conseguir uma vitória.

Os primeiros 15 minutos de jogo foram os melhores dos jogadores de Perazzo na peleja. Rogelio Funes Mori teve uma grande oportunidade para abrir o marcador logo no início, enquanto o Equador se resignava a defender e esperar algum contra-golpe para conseguir surpreender. Com o passar dos minutos, a seleção equatoriana passou a ganhar confiança e a dominar as principais ações de jogo.

E, no último minuto da primeira etapa, Montaño subiu mais do que toda a zaga argentina e marcou o único gol da partida. Um golpe ao melhor estilo argentino, que se especializou neste Sul-americano em marcar gols no final dos tempos e, desta forma, garantir a vitória.

Na segunda-etapa, o Equador teve a chance de matar a peleja com Walter Chalá, que teve seu gol evitado em cima da linha por Nicolás Tagliafico. Com a entrada de Iturbe e Sergio Araujo, Perazzo adiantou seu ataque e passou a controlar a bola, mas pouco fez, já que sua equipe não conseguia definir uma jogada com precisão.

O jovem atacante do Boca Juniors, Sergio Araujo, teve a chance de empatar a peleja ao sofrer um pênalti. Mas, desperdiçou ao chutar por cima do travessão. Ferreyra cobrou uma falta no travessão, e Iturbe também teve algumas chances, mas, assim como seus companheiros não teve calma e não soube aproveitar.

No final, o Equador ainda teve mais uma chance de sacramentar a vitória com Cazares. O jogador puxou contra-ataque rápido, recebeu sozinho no campo de defesa argentino, driblou o goleiro fora da área e chutou para o gol vazio, mas a bola bateu na trave, para alívio dos argentinos.

Apesar de ser a primeira partida da seleção argentina no hexagonal final, o resultado complicou as aspirações de Perazzo em levar a albiceleste para as Olimpíadas de Londres 2012, já que se classificam apenas duas seleções. O próximo duelo será contra o Chile, na quinta-feira.

veja também