MENU

Argentina e Portugal duelam com olhares voltados para Messi e CR7

Argentina e Portugal duelam com olhares voltados para Messi e CR7

Atualizado: Quarta-feira, 9 Fevereiro de 2011 as 9:35

Lionel Messi tem levado a melhor nos últimos confrontos com Cristiano Ronaldo. Entre clubes, goleada do Barcelona por 5 a 0 sobre o Real Madrid. Na disputa individual, dois prêmios de melhor do ano da Fifa seguidos. Nesta quarta-feira, os jogadores mais badalados da atualidade têm um novo encontro: às 18h (de Brasília), Argentina e Portugal se enfrentam em amistoso em Genebra, na Suíça. Por mais que fujam do assunto, os astros estarão no centro das atenções.

A partida, que terá acompanhamento em Tempo Real no GLOBOESPORTE.COM, colocará frente a frente dois craques que têm números quase inacreditáveis na temporada e dividem a artilharia do Campeonato Espanhol com 24 gols cada. Será a hora do troco do português?

Melhor do mundo em 2009 e 2010, o camisa 10 do Barça e da Argentina anotou ao todo 42 gols na temporada - 40 somente pelo clube. Ainda distribuiu 15 assistências nas 37 vezes que entrou em campo, que lhe deixa com média de gols por partida de 1,13 e 55% de participação nos tentos do clube catalão quando vestia a “10”. Nada que deslumbre o argentino.

– O maior é Maradona, sempre disse isso e continuo pensando. Não falo nada de Ronaldo. Vai ser um lindo jogo – disse Messi, que ainda não conquistou uma Copa do Mundo como “El D10S”, em entrevista na última terça-feira.

Mais midiático, Cristiano Ronaldo foi apontado pelo diretor do Real Madrid, Jorge Valdano, como “o Di Stéfano do século XXI”. Ídolo merengue, o argentino cansou de levantar troféus (foram oito Espanhóis e cinco Liga dos Campeões), enquanto o português ainda luta pelo primeiro título.

Apesar dos pesares, tenta compensar com muitos gols: 36 em 38 jogos, média de 0,94, oito assistências, e participação em 48% dos tentos da equipe de José Mourinho. O técnico Paulo Bento, no entanto, não mostrou muita empolgação com o que chamam de Messi x CR7.

– Isto é um Portugal x Argentina e não um Ronaldo x Messi. Eu não entro nesse jogo... Aliás, quando tenho de votar no melhor do Mundo, faço por obrigação, porque não gosto de o fazer – afirmou Bento, ainda invicto no comando da seleção lusa, com duas vitórias.

A distância para os “mortais”, por sua vez, é considerável. Desde agosto, os que mais se aproximam de Messi e Cristiano em média são um uruguaio e um escocês. Edinson Cavani, do Napoli, e Kenny Miller, ex-Rangers e Bursaspor, somam médias respectivas de 0,78 e 0,75. Mais atrás vêm Carlitos Tevez (não convocado, assim como Sergio Agüero), do Manchester City, com 0,66, e Dimitar Berbatov, do Manchester United, com 0,64 (veja na tabela).

“Duelo” à parte, a festa na cidade suíça promete ser portuguesa. Ao menos antes do jogo. Estima-se que cerca de 150 mil portugueses vivam no país, com a maior parte em Genebra. Os 32 mil ingressos, é claro, estão esgotados, mesmo com preços de até € 370 (aproximadamente R$ 845).

Veja as prováveis escalações:

Portugal: Eduardo; João Pereira, Bruno Alves, Ricardo Costa e Fábio Coentrão; Miguel Veloso, Raúl Meireles e João Moutinho; Nani, Hélder Postiga e Cristiano Ronaldo. Técnico: Paulo Bento.

Argentina: Romero; Zanetti, Burdisso, Gabi Milito (Nico Pareja) e Marcos Rojo; Banega, Mascherano, Cambiasso; Lavezzi, Messi, Di María. Técnico: Sergio Batista.

veja também