MENU

Arsenal enfrenta Shakhtar em duelo que vale a liderança do Grupo H

Arsenal enfrenta Shakhtar em duelo que vale a liderança do Grupo H

Atualizado: Terça-feira, 19 Outubro de 2010 as 11:23

Com as prováveis voltas do capitão Cesc Fábregas e do atacante Theo Walcott, o Arsenal vai encarar, nesta terça-feira, a legião brasileira do Shakhtar Donetsk, em jogo que vale a ponta do Grupo H da Liga dos Campeões. Isso porque ambos conquistaram duas vitórias nas duas primeiras rodadas e dividem a liderança, com seis pontos, cada. Os Gunners, no entanto, levam a melhor no saldo de gols.

O grande trunfo do Arsenal para bater a forte defesa ucraniana, que ainda não foi vazada na atual edição da Liga, é a provável volta de Fábregas. O jogador espanhol sofreu uma lesão muscular no último dia 18 de setembro, ao marcar um gol no empate em 1 a 1 com o Sunderland, pelo Campeonato Inglês, mas já está liberado pelo departamento médico. A dúvida agora é se o meia vai começar como titular ou no banco.

- Demorou um pouco, mas superamos os obstáculos e ele (Fábregas) está pronto para jogar. Não sei se começa jogando ou não, mas Fábregas já está disponível. Dependerá de se decido arriscar ou não, já que foi durante bastante tempo. Tenho que tomar as decisões, mas fisicamente está preparado e em forma, e, além disso, com vontade de jogar - disse o treinador do time inglês, Arsene Wenger.

Outro jogador que pode deixar o movimentado departamento médico do Arsenal é Theo Walcott, que está recuperado de uma lesão no tornozelo, embora sua escalação seja menos provável que a de Fábregas. Apesar disso, a lista de desfalques no clube inglês é grande. Robin van Persie, Bacary Sagna, Manuel Almunia, Thomas Vermaelen, Laurent Koscielny e Aaron Ramsey estão machucados e não jogam.

O Shakhtar, líder do campeonato ucraniano e que perdeu apenas um jogo na atual temporada, viaja para Londres tentando bater de frente com o Arsenal. Para isso, o treinador romeno Mircea Lucescu deve escalar uma linha de frente totalmente brasileira. Jadson, William e Douglas Costa terão a missão de deixar Luiz Adriano em condições de marcar.

Outro jogador nascido no Brasil, o atacante naturalizado croata Eduardo da Silva voltará a entrar no Emirates Stadium nesta terça. O atleta, que jogou por um longo período no Arsenal, deve começar no banco, mas ainda está com a moral alta no clube londrino.

- Ele tinha a classe de um jogador do Arsenal. É muito difícil quantificar a importância dele no clube.Eu vou ficar feliz e triste ao ver Eduardo. Feliz porque ele sempre foi um garoto fantástico, com uma mentalidade fantástica. E triste porque eu trabalhei muito duro para trazê-lo e ele saiu com a sensação de que não cumpriu completamente a expectativa gerado na primeira temporada - disse Wenger.

"Brasileiros" do Braga tentam conquistar primeiros pontos

No outro jogo da rodada, o Braga, time que conta com ainda mais brasileiros entre os titulares, recebe o Partizan, em partida que reúne equipes que ainda não pontuaram.

Se o técnico Domingos Paciência mantiver a tendência das últimas escalações, o time português poderá começar a partida com até nove brasileiros. O goleiro Felipe, ex-Corinthians, disputa vaga com o luso Quim.

veja também