MENU

Artur Neto revela segredo para motivar time: ignorar rebaixamento

Artur Neto revela segredo para motivar time: ignorar rebaixamento

Atualizado: Quinta-feira, 25 Novembro de 2010 as 9:54

No último domingo, o Goiás perdeu por 4 a 1 para o Santos no Serra Dourada e viu o rebaixamento para a Série B do Brasileiro se confirmar. Apenas três dias depois, a tristeza da queda deu lugar à euforia pela classificação à final da Copa Sul-Americana. O time goiano bateu o Palmeiras por 2 a 1 no Pacaembu, na última quarta, e garantiu um lugar na decisão da competição, que leva o campeão à Libertadores de 2011. Qual o segredo do técnico Artur Neto para motivar um time que estava chorando a queda no nacional e entrou em campo forte contra o time paulista? O comandante conta: não falar sobre o jogo da queda.

- Não falei nada do Santos pros jogadores, passei em branco, ignorei, pois não levava a nada, era algo que ninguém mais poderia resolver  Falei do Palmeiras, disse que nós poderíamos modificar a situação. Eles tinham que acreditar que poderiam e conseguiram. O Goiás é o Brasil na Sul-Americana e pedimos apoio pra nós, pois vamos precisar disso na batalha final contra um argentino ou equatoriano. Merecíamos ter esse respeito por ser o futebol brasileiro em campo - pediu o técnico.

Artur Neto preferiu não se vangloriar do trabalho de motivação eficaz que fez nos últimos dias. Mas a verdade é que o Goiás havia perdido o primeiro jogo da semifinal, no Serra Dourada, por 1 a 0, e precisava da vitória fora para conquistar a vaga.

- Sobre minha parcela não tenho que falar, só sei que estou muito feliz. Os jogadores fizeram o que determinamos, fizemos a proposta de um jogo com paciência e os atletas conseguiram. Os parabéns têm que ser dado a eles, que depois de um rebaixamento conseguiram a vaga. Eu sou apenas o comandante, talvez um pai, um irmão mais velho que tentou passar a confiança perdida ao longo do Brasileiro.

Por: Carolina Elustondo

veja também