MENU

Ary Graça ironiza 'insatisfação' da FIVB com o domínio brasileiro

Ary Graça ironiza 'insatisfação' da FIVB com o domínio brasileiro

Atualizado: Quinta-feira, 11 Novembro de 2010 as 2:52

Durante a semana, o presidente da Federação Internacional de Vôlei (FIVB), Jizhong Wei, disse que o domínio brasileiro nas quadras causa prejuízo à entidade. Nesta quinta-feira, em Tóquio, o presidente da Confederação Brasileira de vôlei (CBV), Ary Graça, concordou em parte. Ele, que também faz parte da FIVB, encara com naturalidade o "desespero" dos promotores dos eventos esportivos.

- Não é bom para ele. Para mim, é ótimo. Mas, comercialmente falando, ele tem razão. É como na praia. Há mais de 15 anos dá Brasil contra Brasil nas finais. Os promotores e as televisões ficam desesperados. Aí, ficam criando regras do tipo country-cota para impedir que mais brasileiros venham jogar.

Ary lembrou que, apesar da insatisfação dos adversários após o tricampeonato no Mundial masculino, nada foi feito para atrapalhar o caminho verde e amarelo no feminino. Aproveitou para reclamar do regulamento. Para ele, o campeonato é muito desgastante.

- Apesar de tudo isso, não estão fazendo nada contra a gente. Fizeram aquele regulamento ridículo na Itália, absurdo. Mas o regulamento aqui, apesar de ser altamente desgastante, porque vai matar essas garotas, é mais correto – concluiu.

Por: Mariana Kneipp

veja também