MENU

Atletas aprovam a Casa Brasil em Pequim

Atletas aprovam a Casa Brasil em Pequim

Atualizado: Quarta-feira, 6 Agosto de 2008 as 12

Atletas aprovam a Casa Brasil em Pequim

A Casa Brasil recebeu nesta teça-feira , dia 5 de agosto, alguns dos atletas e integrantes do Time Brasil que estão em Pequim para a disputa dos Jogos Olímpicos 2008. Os atletas foram recepcionados pelo presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, e pelo Ministro do Esporte, Orlando Silva. Também estiveram no evento o presidente de honra da FIFA e membro decano do Comitê Olímpico Internacional (COI), João Havelange, o Príncipe Albert de Mônaco, além de diversos membros do COI, de presidentes de Comitês Olímpicos Nacionais, de Federações Internacionais e dos representantes das candidaturas de Chicago, de Tóquio e de Madri, cidades que concorrem com o Rio de Janeiro à sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

A Casa Brasil está localizada no Jianguo Garden Hotel, na principal avenida de Pequim e ficará aberta até o dia 24 de agosto. O local tem decoração especial, ressaltando pontos turísticos do Brasil e do Rio, exposição de produtos e serviços, e uma área multimídia, com informações sobre o país. A Casa será um local de entretenimento e de promoção do Brasil na China e da Candidatura Rio 2016.

A cenografia, idealizada pelo cenógrafo Abel Gomes, remete a cenários típicos do Rio de Janeiro. Logo após a exibição de vídeos sobre o Brasil e o Rio, o presidente do COB saudou os atletas brasileiros e os demais presentes ao evento. "Muito obrigado pela presença de vocês. Estou aqui para dar boas-vindas a todos. Aproveitem a Casa Brasil em Pequim", disse Nuzman.

O ambiente da Casa Brasil e as reproduções das belezas cariocas e do país chamaram a atenção dos atletas. "Achei a Casa Brasil bem legal. O chão, que reproduz o calçadão de Copacabana, é muito bacana. Nos sentimos em casa. Deu para matar um pouquinho da saudade", afirmou Juliana Veloso, dos saltos ornamentais.

Já o goleiro da seleção de handebol, Maik Ferreira, se surpreendeu ao chegar na Casa. "Gostei muito, pois não esperava um lugar especial pra gente. A recepção foi muito boa e ouvir um 'bom dia' em português também foi ótimo", revelou Maik. Já o esgrimista Renzo Agresta elogiou a diversidade das apresentações. "Realmente a Casa Brasil é um pedacinho do nosso país na China. Achei muito importante demonstrar as diversas qualidades do Brasil no esporte, no comércio e as nossas belezas naturais", contou Agresta.

A Casa Brasil é uma parceria do Comitê Olímpico Brasileiro com o Ministério do Turismo, do Ministério do Esporte, da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos e da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.

veja também