MENU

Atlético-GO tenta a quina diante do Coxa, que busca aproximação do G-4

Atlético-GO tenta a quina diante do Coxa, que busca aproximação do G-4

Atualizado: Quarta-feira, 31 Agosto de 2011 as 9:03

Um ponto de diferença e três posições de distância na tabela. Atlético-GO e Coritiba fazem nesta quarta-feira, às 20h30m (de Brasília), no estádio Serra Dourada, um confronto que evidencia o equilíbrio do Brasileirão, e a importância desta partida para ambas as equipes. Os dois times já se enfrentaram três vezes este ano, com duas vitórias dos paranaenses pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil, e um triunfo para o Dragão, na primeira rodada do Brasileirão.

Para o Rubro-Negro será a chance de emplacar a marca de cinco vitórias seguidas. Para o Coxa, será a oportunidade da revanche pela derrota no primeiro turno, na ocasião, o primeiro revés em 2011 do Alviverde paranaense jogando no Couto Pereira.

Marcão fez o gol da vitória rubro-negra diante do Coxa no 1º turno (Foto: Roberto Dziura JR / Gazeta Press)

  O Rubro-negro goiano vive a melhor fase no Brasileirão, em 12º, com 25 pontos. Com quatro vitórias consecutivas, façanha que o Dragão nunca havia conquistado em sua história, o Atlético-GO tem a chance de se firmar no grupo que disputa a classificação para a Copa Sul-Americana. Para a partida, o técnico Hélio dos Anjos deve promover duas mudanças no time, com as entradas do zagueiro Leonardo e o meia Vítor Júnior.

Pelo lado alviverde, o jogo pode marcar um recomeço no campeonato. Após encantar o Brasil no início do ano, o Coritiba fez uma campanha irregular no primeiro turno do Brasileirão, e agora busca a estabilidade. Com 26 pontos, e na nona posição, a equipe do técnico Marcelo Oliveira tenta se aproximar do G-4. O time terá as ausências de Jéci e Tcheco, mas contará com os retornos de Leandro Donizete, Jonas e Maranhão.

A arbitragem da partida será toda gaúcha. Jean Pierre Gonçalves Lima apitará o jogo, auxiliado por José Chaves Franco Filho e Marcelo Bertanha Barison. O jogo terá transmissão, ao vivo, no canal PFC 7, por meio do sistema Pay Per View, e também será acompanhado em Tempo Real e com vídeos exclusivos pelo GLOBOESPORTE.COM a partir das 17h30m.

Atlético-GO: nem o mais otimista torcedor atleticano acreditava que o time passaria por uma fase igual à que a equipe está passando. Após conquistar a inédita quarta vitória consecutiva pelo Brasileirão, o Atlético-GO vai em busca do quinto triunfo seguido, que pode levar o time à parte de cima da tabela. O Dragão atualmente ocupa a 12ª colocação, com 25 pontos conquistados.

Coritiba: começar uma nova página no Campeonato Brasileiro. Com uma campanha instável, o Coxa quer acabar com a sina de jogar bem e não vencer, pela falta de definição. O adversário não poderia ser melhor, para representar esse tormento alviverde. Na rodada inicial desse Brasileirão, o Coxa perdeu em casa para o Dragão, após não definir o jogo. O objetivo é conquistar os três pontos em Goiás, ser mais decisivo e melhorar a campanha para subir na classificação.

Atlético-GO: o técnico Hélio dos Anjos deve promover duas mudanças em relação ao time que venceu o América-MG na última rodada. O zagueiro Leonardo e o meia Vítor Júnior entram na equipe. Leonardo substituirá Anderson, suspenso. Vítor Júnior retorna ao time principal após cinco rodadas. Ele se recuperava de lombalgia, e chegou a entrar durante o jogo contra o Coelho. O meia entrará na vaga de Thiaguinho, que foi titular em 11 jogos na competição. Com isso, o time terá a seguinte formação: Márcio; Rafael Cruz, Gilson, Leonardo e Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Bida e Vítor Júnior; Juninho e Anselmo.

Coritiba: mesmo com a ausência de Jéci e Tcheco, o técnico Marcelo Oliveira não vê problemas para escalar a sua equipe. Primeiro, pelo retorno dos suspensos Leandro Donizete, Jonas e Maranhão. No lugar de Jéci, Pereira assume a vaga. Para suprir a ausência de Tcheco, Oliveira preferiu colocar o volante Willian e jogar com três volantes de ofício. O time do Coritiba está escalado com: Edson Bastos; Jonas, Pereira, Emerson e Lucas Mendes; Leandro Donizete, Léo Gago, Willian e Rafinha; Marcos Aurélio e Bill.

Atlético-GO: o zagueiro Anderson, supenso com três cartões amarelos, e o volante Ernandes, que se recupera de lesão muscular, e foi acusado de assédio sexual nesta segunda-feira. Coritiba: as principais ausências alviverdes são o zagueiro Pereira e o meia Tcheco, suspensos após tomarem o terceiro cartão amarelo no Atletiba.

Atlético-GO: Adriano, Bida, Diogo Campos, Leonardo, Pituca e Vítor Júnior. Coritiba: Edson Bastos, Eltinho, Emerson, Everton Costa e Leonardo.

Juninho, atacante do Atlético-GO: o atacante foi o destaque do Dragão na vitória por 2 a 1 diante do América-MG, com dois gols. Com velocidade pelos lados do campo e bom posicionamento, o jogador será uma importante arma do time goiano, ao lado de Anselmo, que também vive boa fase na equipe.

Rafinha, meia do Coritiba: o meia teve uma atuação destacada no Atletiba e, com a ausência de Tcheco, será o ponto de equilíbrio da meia chancha alviverde, trabalhando na ligação e criação das principais jogadas de ataque.

Hélio dos Anjos, técnico do Atlético-GO: "Não vamos mexer na base tática do time. O Coritiba é uma equipe que cresceu bastante e tem bons valores. Temos que estar atentos o tempo todo. Estamos num bom momento e temos que tomar a iniciativa, porém sempre respeitando o adversário"

  Marcelo Oliveira, técnico do Coritiba: “É um confronto direto que nós estamos devendo e precisamos recuperar esses pontos. Jogamos seis pontos, já perdemos três, então precisamos chegar lá, mas com consciência e inteligência, até porque eles têm um bom time, contra-ataque forte e temos que estar atentos a isso ”.

* Quem venceu mais? Confira o histórico do confronto na Futpédia. * Esta é apenas a terceira vez que Atlético-GO e Coritiba se enfrentam na história da Série A do Campeonato Brasileiro. No primeiro confronto, dia 24/02/1980, empate em 1x1 no Serra Dourada, gols marcados por Alcino para o Dragão, e Freitas pelo Coxa. Já na 2ª partida, na estreia das equipes neste Brasileiro 2011 (22/05/11), vitória do time goiano por 1 a 0 no Couto Pereira, com gol de Marcão.

* Considerando todas as partidas oficiais que fizeram, Atlético-GO e Coritiba se enfrentaram apenas 5 vezes na história, com duas vitórias para cada lado e mais um empate. Nos gols marcados, pequena vantagem dos goianos: 7 a 6. Em 2011 as duas equipes se enfrentaram pela segunda fase da Copa do Brasil. O Coxa venceu as duas partidas (2x1, no Serra Dourada; 3x1, no Couto Pereira).

* Como mandante neste Brasileirão, o Atlético-GO disputou 9 partidas, com quatro vitórias (4 x 1 Ceará; 2 x 0 Cruzeiro; 2 x 0 Santos; 1 x 0 Grêmio) e 5 derrotas (0 x 1 Fluminense, 0 x 1 Vasco, 0 x 1 Corinthians. 0 x 1 Avaí e 0 x 3 Atlético/PR), um aproveitamento de 44,4%. O Dragão tem quinto pior desempenho atuando em casa neste Brasileiro.

* O Coritiba atuou nove vezes como visitante no Campeonato Brasileiro desta temporada, obtendo duas vitórias (3x1 América-MG; 3x2 Santos), dois empates ( 0 x 0 Bahia; 0 x 0 Avaí) e cinco derrotas (1 x 2 Corinthians; 1 x 3 Botafogo; 1 x 2 Cruzeiro; 0 x 2 Grêmio; 0 x 1 Flamengo). O aproveitamento do Coritiba como visitante é de apenas 29,6%.

No último confronto, no dia 22 de maio de 2011, o Atlético-GO surpreendeu e levou a melhor. O Dragão bateu o Coxa por 1 a 0 em pleno Couto Pereira, com gol do atacante Marcão, aos 28 minutos da segunda etapa. Na ocasião, o Coritiba perdeu a invencibilidade jogando em seu estádio neste ano. Antes de perder para o time goiano, o time paranaense havia disputado 15 jogos no Couto Pereira, e vencido todas as partidas.                  

veja também