MENU

Atlético-MG busca primeira vitória com Cuca,e Cruzeiro, dia tranquilo

Atlético-MG busca primeira vitória com Cuca,e Cruzeiro, dia tranquilo

Atualizado: Domingo, 28 Agosto de 2011 as 8:36

O primeiro clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro no atual Campeonato Brasileiro não será nem de longe o jogo que atleticanos e cruzeirenses desejavam. A partir das 18h (de Brasília), na Arena do Jacaré, os dois maiores times do Estado, que se encontram em situações nada agradáveis, medirão forças para saber quem iniciará o returno da competição com o ambiente mais leve.

Pelo lado alvinegro, o técnico Cuca tentará vencer a primeira partida no tradicional confronto entre rivais. Há pouco mais de quatro meses, ele era treinador do Cruzeiro e perdeu três partidas e empatou duas. E vai buscar, também, os primeiros três pontos à frente do Galo - perdeu as três partidas em que esteva no túnel alvinegro.

Uma vitória sobre o maior rival dará ao Galo um alento e confiança na busca para se manter longe da zona de rebaixamento. O time alvinegro terá o apoio maciço da massa, já que a partida terá torcida única e como o mando de campo é do Atlético, o estádio terá apenas a presença dos atleticanos.

No Cruzeiro, as atenções estão voltadas para o técnico Joel Santana. Para o treinador, os três pontos podem significar calmaria nos bastidores. Pressionado pelos maus resultados, quando perdeu quatro jogos seguidos, Joel vem de vitória na última rodada, mas uma derrota no clássico fará com que os torcedores voltem a 'pegar no pé' do treinador, a quem já acusaram de retranqueiro.

O árbitro paulista Sálvio Spínola Fagundes Filho será o responsável pelo apito. Ele será auxiliado pelos mineiros Helbert Costa Andrade e Guilherme Dias Camilo. O GLOBOESPORTE.COM traz a cobertura completa do clássico a partir das 17h30 (de Brasília), em Tempo Real.

Atlético-MG: o Galo entrou na competição como candidato ao título, mas pode fechar o primeiro turno na zona de rebaixamento. Uma vitória sobre o principal rival pode servir como impulso para a reação na competição. E é nisso que os jogadores alvinegros apostam. E mais: caso Grêmio e Atlético-PR não vençam na rodada os três pontos no domingo vão significar a saída do Z-4. Por outro lado, uma derrota poderia pesar sobre o treinador Cuca, pois completaria a quinta partida pelo clube e nenhuma vitória - foram cinco derrotas.

Cruzeiro: com 24 pontos, na 11ª colocação, o time celeste quer os três pontos para não deixar o grupo dos quatro primeiros se distanciar. Todos na Toca da Raposa ainda sonham com a vaga na Libertadores do ano que vem. A Raposa ainda busca a regularidade na competição e quer acabar com o famoso ‘perde e ganha’.

Atlético-MG: o técnico Cuca não deve mudar muito a equipe que enfrentou o Botafogo no meio da semana. O volante Dudu Cearense, que deixou a partida contundido, não treinou durante a semana e tem poucas chances de seguir como titular. O provável Atlético-MG terá: Renan Ribeiro, Serginho, Leonardo Silva, Réver e Triguinho; Pierre, Richarlyson, Soutto (Bernard) e Caio; André e Guilherme.

Cruzeiro: como o técnico Joel Santana só divulga a escalação no vestiário, o time da Raposa deverá ser formado por Fábio; Vitor, Léo, Naldo e Diego Renan; Marquinhos Paraná, Fabrício, Roger e Montillo; Wellington Paulista e Anselmo Ramon. Mas existe a possibilidade de o treinador promover a entrada de mais um volante, no caso, Charles. Com isso, Anselmo Ramon deixaria a equipe e Montillo seria adiantado ao lado de Wellington Paulista.

Atlético-MG: o lateral-esquerdo Leandro e o meia Renan Oliveira seguem entregues ao departamento médico. Na quinta-feira, o Galo anunciou também uma lista de afastados. Os meias Wendel e Giovanni Augusto, o volante Toró e o lateral-esquerdo Guilherme Santos se juntaram ao lateral-direito Patric, preterido desde a semana anterior.

Cruzeiro: o zagueiro uruguaio Victorino está em fase final de recondicionamento físico após se curar de estiramento na coxa esquerda. O atacante Wallyson, com fratura no tornozelo esquerdo, também fica de fora.

Atlético-MG: Dudu Cearense, Guilherme, Guilherme Santos, Patric, Renan Ribeiro, Richarlyson, Serginho e Toró.

Cruzeiro: Fábio, Léo, Montillo, Naldo, Wallyson e Wellington Paulista

Atlético-MG: o atacante Guilherme parece estar próximo de sua forma física ideal. Revelado pela Raposa, a estrela dele sempre brilhou nos clássicos mineiros. A partida de domingo será seu primeiro confronto com o rival vestindo a camisa alvinegra. Resta saber se ele continuará com a fama de decidir nessas partidas.

Cruzeiro: o atacante Wellington Paulista já balançou as redes do Atlético-MG neste ano. Ainda pela fase de classificação do Campeonato Mineiro, o centroavante marcou o primeiro gol da partida, que culminou com a vitória alvinegra por 4 a 3. Wellington já marcou três gols contra o maior rival.

Cuca, técnico do Atlético-MG: “Estamos cansados de ver situações em que um time está lá em baixo e o outro lá em cima e no clássico muda a situação. Mesmo com a vitória vindo, nós vamos ficar numa situação horrível. Então não tem muita coisa para comemorar. Temos que nos abraçar aqui e ir somando pontos para sair dessa situação”.

Joel Santana, técnico do Cruzeiro: ‘Uma vitória seria bom para nós termos a noção, matematicamente, de onde a gente pode chegar nesse segundo turno, para não deixar fugir pontos como deixamos fugir nesse primeiro turno’.

* Quem venceu mais? Confira o histórico do confronto na Futpédia.

* O meia Montillo nunca venceu o clássico. Nos três jogos disputados, o argentino saiu derrotado todas as vezes.

* O técnico Cuca ainda não venceu no atual Brasileiro. Foram cinco jogos no comando do Cruzeiro, com três derrotas e dois empates, e três partidas como treinador alvinegro, com três derrotas.

* Nos três clássicos disputados esse ano, o Galo leva a vantagem de ter vencido dois e perdido apenas um. Mas a derrota alvinegra culminou com o título estadual da Raposa.

* O jogo será importante para o retrospecto das equipes no duelo pelo Brasileiro. O time alvinegro possui 18 vitórias contra 17 da Raposa.

O último clássico foi de festa para a Raposa, no dia 15 de maio. O time celeste venceu por 2 a 0, na Arena do Jacaré, e ficou com o título do Campeonato Mineiro.

O atacante Wallyson e o meia/lateral Gilberto fizeram os gols da conquista celeste    

veja também