MENU

Atlético-MG supera o Vasco no Mineirão

Atlético-MG supera o Vasco no Mineirão

Atualizado: Segunda-feira, 10 Maio de 2010 as 8:30

No title O Atlético-MG garantiu uma boa estreia no Brasileirão ao vencer o Vasco por 2 a 1, na tarde deste domingo, no Mineirão. O visitante, que está de volta à elite, melhorou no segundo tempo, mas não superou a ótima primeira etapa do anfitrião. Ricardinho e Muriqui marcaram os gols atleticanos, mas Diego Tardelli mereceu maior destaque pelas jogadas precisas.

Com o resultado, o Galo chega aos três primeiros pontos e mantém a instabilidade do Vasco, que vive turbulência nos bastidores depois de ter sido eliminado pelo Vitória na Copa do Brasil. Na próxima rodada, o Atlético encara o Grêmio Prudente fora de casa, no sábado, e o time carioca recebe o Palmeiras no domingo, em São Januário.

O Galo tinha uma escrita para manter: não era derrotado em uma estreia de Brasileiro há oito anos. O Vasco tentava iniciar o retorno à Série A com o pé direito. Mas quem começou melhor foi o dono da casa. Aos nove minutos, Diego Tardelli desceu pela esquerda e cruzou para trás. Ricardinho recebeu e chutou. A bola bateu em Martinelli e voltou para o meia, que não desperdiçou a segunda chance de finalizar: 1 a 0 para o Galo.

Após sofrer o gol, o Vasco tentou reagir, mas tinha dificuldades em se organizar e chegar à área atleticana. Dodô quase conseguiu, mas foi desarmado. E viu Ricardinho tentar o perigoso chute de longe, que passou rente à trave esquerda de Fernando Prass.

Depois de ameaçar, o Galo ampliou aos 18, mais uma vez em boa jogada de ardelli. O atacante recebeu pela direita, desceu com velocidade e chutou cruzado. A bola já entraria no gol, mas Muriqui colocou o pé nela antes que ultrapassasse a linha, ficando assim com a autoria: 2 a 0 para o Atlético.

Aos 26, o Vasco teve finalmente uma boa chance. Após cruzamento, Souza cabeceou, Aranha espalmou, e a bola sobrou para Elton. Jairo Campos apareceu antes e com o bico da chuteira colocou para fora. Na sequência, escanteio e mais uma cabeçada para fora.

Aos 38, Tardelli construiu mais uma boa jogada. Entrou na área pela direita e tocou para Muriqui, que estava sozinho de frente para o gol. Mas o atacante se atrapalhou com a bola e desperdiçou a oportunidade. O galo dominou a primeira etapa ao ganhar o meio-campo, contando também com a desorganização da zaga vascaína.

Vasco melhora, mas Galo se segura na frente

O Atlético voltou com a mesma disposição do primeiro tempo. Tardelli seguia tendo espaços pelas laterais. Logo aos quatro minutos, arrancou pela direita e chutou cruzado, mas a bola chegou fraca nas mãos de Prass. Dois minutos depois, um lance animou o Vasco: após cruzamento de Ramon, Aranha fez a defesa mas se chocou com Leandro. O goleiro perdeu a bola, que saiu pela linha de fundo.

O visitante apresentava melhora significativa na segunda etapa e passou a criar algumas chances pontuais. O gol vascaíno veio aos nove minutos: Dedé aproveitou um cruzamento e tentou de cabeça. Aranha espalmou para o meio da área e Elton aproveitou o rebote para balançar a rede: 2 a 1.

O gol deu mais força ao Vasco, que passou a se arriscar mais, dando trabalho ao goleiro Aranha. Mas Dodô estava apagado desde o início do jogo e foi substituído, com cara de poucos amigos, por Caíque. Elton aparecia mais, mas não tinha sucesso nas conclusões. Aos 31, ele teve a chance de tentar um chute de longe, mas Jairo Campos impediu a trajetória da bola. Aos 36, Elton tentou aproveitar uma sobra, mas chutou fraco para a defesa de Aranha.

Evandro deu uma resposta aos 39, com um chute que balançou a rede, mas pelo lado de fora. O torcedor atleticano passou a vaiar as jogadas do adversário, dando uma força ao time da casa. Tardelli ainda tentou o terceiro aos 44, em chute da entrada da área, mas a bola passou por cima do travessão. E o apoio da torcida deu certo: o Galo conseguiu confirmar a vitória no Mineirão.

veja também