MENU

Atlético-PR perde para o rebaixado América

Atlético-PR perde para o rebaixado América

Atualizado: Domingo, 27 Novembro de 2011 as 8:22

O Atlético-PR, do técnico Antônio Lopes, precisava vencer o rebaixado América-MG, que foi comandado pelo veterano treinador em quatro rodadas desse Brasileiro, neste domingo, no Parque do Sabiá, em Uberlândia, para ficar em boas condições de manter suas chances de permanência na Série A. O time paranaense, no entanto, foi derrotado, por 2 a 1, permanece com 38 pontos e tem remotas possibilidades na rodada final, quando enfrentará o Coritiba, no clássico local, na Arena da Baixada.

O time de Antônio Lopes não fez uma boa partida. Demonstrando nervosismo, a equipe saiu atrás do marcador, com um gol de Kempes, aos 18 min do primeiro tempo. A equipe paranaense empatou, de pênalti, por meio de Paulo Baier, aos 15 min da etapa final, mas permitiu o segundo gol americano, marcado por Gilson.

O Atlético-PR chega à última rodada sem depender de seu futebol. Terá de vencer o rival Coritiba, que fez boa campanha no Brasileiro, mas dependerá de tropeços de Ceará, o 17º colocado, e do Cruzeiro, 16º, que empataram em 2 a 2, em Fortaleza, e que somam 39 e 40 pontos, respectivamente. O time cearense visitará o Bahia, em Salvador, e o time celeste terá o clássico estadual contra o Atlético-MG.

O primeiro tempo começou com o Atlético-PR atacando, em três minutos, Guerrón havia finalizado duas vezes, mas errando a pontaria. Apesar de tentar o gol logo no começo, o time visitante demonstrava nervosismo e errava muitos passes. Aos poucos, o América-MG passou a controlar o jogo e, tranquilo em campo, criou boas chances de gols. Na primeira delas, aos 4 min, o goleiro Renan Rocha defendeu com os pés chute de Kempes.

E aos 18 min, o seu artilheiro no Brasileiro, com 13 gols, Kempes, colocou o América-MG à frente do marcador, aproveitando cruzamento de Amaral, da direita. Em desvantagem no marcador, o time atleticano se enervou ainda mais e não conseguia atacar o adversário. Em uma das raras vezes que chegou ao campo defensivo americano, aos 23 min, Paulo Baier recebeu de Marcinho e chutou para fora.

Sem força ofensiva, o Atlético-PR via o América-MG dominar a partida e tocar a bola, levando perigo em lances de bolas paradas, por meio de Amaral, como aos 34 min, quando a bola passou raspando para fora. Também com a bola rolando o time americano criou e desperdiçou oportunidades para ampliar, ora por falta de pontaria e em outras vezes por defesas do goleiro Renan Rocha.

Os jogadores do Atlético-PR deixaram o gramado, para o intervalo, lamentando o placar adverso. “Tivemos desatenção e sofremos o gol, mas o campo é grande e dá para empatar e até virar o jogo”, comentou o meia Marcinho. Kempes, por sua vez, destacou a boa atuação do time nos 45 minutos iniciais. “Honramos a camisa do América, independente de quem será beneficiado”, salientou.

O Atlético-PR voltou com Cléber Santana no lugar de Marcinho e a equipe visitante começou pressionando o segundo tempo. Logo no 1º minuto, Paulo Baier colocou Guerrón em boa condições, mas o atacante equatoriano preferiu tentar um passe, em vez de concluir a gol, desperdiçando uma boa oportunidade. O América-MG, no entanto, não deixava de atacar, criando oportunidades para ampliar o marcador.

Mas o Atlético-PR chegou ao empate. O árbitro Elmo Resende Alves marcou pênalti de Gabriel sobre Marcelo Oliveira, que foi batido e convertido por Paulo Baier. Três minutos depois, o goleiro Renan Rocha evitou o desempate, após cabeceio de Gabriel. No segundo tempo, o jogo foi disputado sob chuva forte em Uberlândia.

O Atlético-PR mostrava ter sentido o baque do placar favorável ao Cruzeiro, naquele momento, que lhe tirava as chances de seguir vivo na luta para fugir ao rebaixamento. Por isso, o América reassumiu o controle da partida e desperdiçou chances de fazer o segundo gol. Renan Rocha surgiu com importantes defesas. Aos 35 min, Marcos Rocha cruzou da direita e Gilson, como autêntico centroavante, desempatou. O time visitante não teve força para buscar pelo menos o empate e foi derrotado.

AMÉRICA-MG 2 X 1 ATLÉTICO-PR

AMÉRICA-MG

Neneca; Micão, Gabriel e Everton Luiz; Marcos Rocha, Amaral (China), Leandro Ferreira, Rodriguinho e Gilson (Tiago Carleto); Fábio Júnior (Alessandro) e Kempes

ATLÉTICO-PR

Renan Rocha; Wendel, Gustavo, Manoel e Heracles (Branquinho); Deivid, Marcelo Oliveira, Paulo Baier e Marcinho (Cléber Santana); Guerrón (Morro Garcia)e Nieto

Local: Parque do Sabiá Árbitro: Elmo Resende Alves

Assistentes: Fabrício Vilarinho Silva e Evandro Gomes Ferreira

Cartões amarelos: Kempes (AM), Everton Luiz (AM), Micão (AM), Gabriel (AM), Neneca (AM) Gols: Kempes, aos 18 min do primeiro tempo; Paulo Baier, aos 15 min, e Gilson, aos 35 min do segundo tempo                 Vídeo: Youtube

veja também