MENU

Atletismo já tem 11 vagas garantidas para Pequim

Atletismo já tem 11 vagas garantidas para Pequim

Atualizado: Sexta-feira, 11 Abril de 2008 as 12

Atletismo já tem 11 vagas garantidas para Pequim

A pouco mais de quatro meses para o início dos Jogos Olímpicos de Pequim, a equipe brasileira de atletismo já começa a tomar forma. Até este momento 11 atletas já garantiram vaga em nove provas diferentes para o Brasil. Doze outros atletas já obtiveram índices A da Federação Internacional de Atletismo (IAAF) em 2007 e precisam confirmar pelo menos o índice B em 2008. O revezamento 4x100m rasos masculino é outro que tem tudo para estar entre os 16 melhores do ranking da IAAF, condição que garante a vaga em Pequim, podendo levar cinco ou seis atletas. Os cinco primeiros revezamentos do ranking garantem seis velocistas. Do sexto ao 16º, são cinco vagas. Levando-se em consideração as 11 vagas do atletismo até agora, o Brasil conta atualmente com 173 vagas em 24 modalidades garantidas para Pequim 08.

Cada país pode levar até três atletas por prova. São computadas as marcas obtidas e homologadas entre 1º de janeiro de 2007 e 20 de julho de 2008. O atleta que atingiu o índice A em 2007 tem que confirmar o índice B em 2008.

Entre os atletas que obtiveram o índice A em 2008, que classifica independentemente da marca do ano anterior, e por isso já estão garantidos em Pequim estão: Bruno Lins Tenório (200m); Fabiana Murer (salto com vara); Maurren Maggi (salto em distância). Fábio Gomes da Silva (salto com vara) obteve o índice A em 2007 e o B em 2008. Marílson Gomes dos Santos, José Teles de Souza e Vanderlei Cordeiro de Lima já asseguraram para o Brasil as três vagas do país para a maratona. Esses atletas só perderão a vaga olímpica se forem superados até o dia 20 de julho. É necessário que os concorrentes atinjam o índice e que esta marca seja melhor do que aquela já alcançada.

Existem outras provas com detentores de índices B da IAAF, conquistados em 2008, que também garantem o Brasil na disputa olímpica. Mário José dos Santos Júnior (marcha atlética de 50km); Mauro Vinícius Silva (salto em distância) e Alessandra Nobre Resende (lançamento de dardo) já detêm marcas que os credenciam à disputa em Pequim, e só não irão aos Jogos se forem superados por outros três atletas em suas provas. Na maratona feminina, o Brasil já tem uma vaga garantida. Marizete Moreira Santos e Sirlene Sousa de Pinho marcaram o índice B e disputam a vaga em Pequim.

Outros atletas, após terem conquistado o índice A em 2007, precisam apenas confirmar o índice B para carimbar o passaporte para Pequim: Vicente Lenílson (100m e 200m); José Carlos Moreira (100m); Sandro Viana (200m); Fabiano Peçanha e Kléberson Davide (800m); Hudson de Souza (1.500m); Anselmo Gomes (110m com barreiras); Jadel Gregório (salto triplo); Lucimar Aparecida de Moura (100m e 200m); Keila Costa (salto em distância e salto triplo); e Elisângela Adriano (lançamento de disco). Marílson Gomes dos Santos, que tem a melhor marca da maratona entre os atletas nacionais, pode conquistar outra vaga para o Brasil nos 10.000m por já ter feito o índice A em 2007.

Ao longo da história dos Jogos Olímpicos, o Brasil conquistou 13 medalhas no atletismo (3 ouros, 3 pratas e 7 bronzes). Visando ao melhor desempenho nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008, atletismo e natação realizarão o processo de aclimatação para os Jogos Olímpicos em Macau.

Além do atletismo, o Brasil já garantiu vaga para Pequim no boxe, ciclismo estrada, ciclismo mountain bike, esgrima, futebol (masculino), ginástica artística, ginástica rítmica, handebol (masculino e feminino), hipismo (adestramento, CCE e saltos), judô, levantamento de peso, natação, pentatlo moderno (feminino), remo, saltos ornamentais, taekwondo, tênis de mesa, tiro com arco, tiro esportivo, vela e vôlei (masculino e feminino).

veja também