MENU

Baixinho, Piris se coloca à disposição de Adilson para atuar na zaga

Baixinho, Piris se coloca à disposição de Adilson para atuar na zaga

Atualizado: Sexta-feira, 12 Agosto de 2011 as 9:34

Piris disputará no sábado seu terceiro jogo como

titular do Tricolor (Foto: Luiz Pires / Vipcomm)

  A participação de Rhodolfo na partida deste sábado, contra o Atlético-PR, pelo Campeonato Brasileiro, ainda é uma incógnita. O camisa 4, que deixou a partida contra o Ceará após sentir um incômodo na coxa esquerda, fará um exame nesta sexta-feira. Se for vetado, a única alternativa será improvisar o lateral-direito paraguaio Iván Piris na posição, ao lado do grandalhão João Filipe.

Apesar de ter “apenas” 1,74m (altura baixa para um zagueiro), o camisa 23 se diz pronto para a fogueira. Convocado para a seleção paraguaia, ele já atuou como beque no time que era comandado por Gerardo Martino e também no Cerro Porteño, em um jogo da Copa Sul-Americana de 2009.

- Fiquei tranquilo. No Paraguai já joguei algumas vezes por ali. Eu sou baixo, mas tenho um salto muito bom para tirar a bola da área, que é o importante. Sou rápido e isso ajuda também. Acho que cumpri minha função diante do Ceará e estou preparado e à disposição do treinador. Mas vou deixar que ele defina isso – afirmou o gringo, em entrevista ao site oficial do time do Morumbi.

Se Rhodolfo tiver condições de jogo, Piris será mantido na lateral-direita e Jean, que perdeu a posição com a chegada do reforço, entrará no meio-campo, em uma das vagas abertas com as suspensões de Denilson e Carlinhos Paraíba. O primeiro cumprirá o segundo jogo de gancho da punição imposta pela STJD pelo cartão vermelho recebido contra o Coritiba, enquanto o segundo levou o terceiro cartão amarelo contra o Avaí.          

veja também